TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Cidades

R$ 27 MIL: Bolsonaro mantém Marun no Conselho de Itaipu

Mandato termina em 2024

16 maio 2020 - 10h51Por Thiago de Souza
O presidente Jair Bolsonaro nomeou Carlos Marun (MDB) para o Conselho de Itaipu Binacional. O ex-deputado, ex-ministro do governo Temer e aliado de primeira hora de André Puccinelli (MDB) já ocupava o cargo, que tem salário de R$ 27 mil. 
 
O decreto com essa e outras nomeações foi publicado no Diário Oficial daUnião, desta sexta-feira (15). 
 
Marun ocupava o cargo porque foi nomeado por Michel Temer e agora segue graças a nomeação feita por Bolsonaro. Este mandato vai até 2024. 
 
Relembre
 
Conforme o Poder 360,  Marun foi nomeado por Temer para o cargo em 31 de dezembro de 2018, 1 dia antes da posse de Jair Bolsonaro. Dois dias depois, o militar disse que manteria Marun no cargo. O mandato valeria até 16 de maio de 2020.
 
Porém, em 26 de março, o desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, o afastou do posto. Argumentou que, segundo a Lei das Estatais, ministros de Estado não podem participar de conselhos de administração em estatais. Mas em 3 de setembro de 2019, a 3ª Turma do tribunal decidiu derrubar a liminar. E só agora Bolsonaro decidiu reconduzi-lo.
 
Efeito centrão? 
 
Bolsonaro também nomeou o ministro Bento Albuquerque (Minas e Energia) e as seguintes pessoas para o conselho da estatal:
 
Célio Faria Júnior, chefe da assessoria especial da Presidência;
 
Wilson Pinto Ferreira Júnior, presidente da Eletrobras;
 
José Carlos Aleluia Costa, ex-deputado pelo Democratas da Bahia;
 
Pedro Miguel da Costa e Silva, secretário de relações bilaterais e regionais nas Américas do Itamaraty.