(67) 99826-0686
Camara Maio

Alagamento no Jockey Clube deve ser resolvida em dois meses, afirma Semy Ferraz

Águas de janeiro

7 JAN 2014
Ana Rita Chagas
07h00min
Foto: Geovanni Gomes

Um dos pontos de alagamentos mais críticos da cidade, a região do Jockey Clube, ainda aguarda o término das obras de recuperação que só tem apenas 85% dos trabalhos concluídos.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, o transtornos causados por temporais, como o do último dia 4 de janeiro pode ter fim já no mês de março naquela região."Com a construção da Fabio Zahran rebaixou e impermeabilizou mais asfalto, canalizando essa água toda para o lado do Jockey Clube.Foi feito uma microdrenagem  no Jardim Paulista,  na região do Marcos Roberto, descendo um canal na Ouro Verde,  no córrego Anhanduí. Só que  a obra não está pronta,  a gente acha que daqui uns dois meses concluiremos daí  eliminaremos  essas alagações no Jockey Clube”, afirma.

O secretário informou que outros locais onde ocorre grande incidência de enchente, como o Bairro Santo Antônio, Marcos Roberto, Monte Castelo necessitam de recursos para iniciarem as obras de drenagem. “Nós temos problemas na nascente do córrego da Rua Rachid Neder onde foram construídas casas em cima da área de preservação permanente. Ali nós temos um projeto, mas, estamos tentando captar recursos com o Ministério da Integração”, disse.

Com a chuva ocorrida no sábado, o córrego Anhanduí  transbordou mais uma vez, causando desconforto e transtorno aos moradores que circundam a região da Avenida Ernesto Geisel . Para este local, Semy Ferraz garantiu que já há recursos para iniciarem os trabalhos de contenção de enchente.  “A ponte da Rua Bom Sucesso não dá vazão suficiente porque a fizeram  muito baixa, daí qualquer  chuva  transborda e joga água pra pista.  Vamos resolver isso com a obra do Anahnduí que vai ser licitada agora, e provavelmente será iniciada em meados de abril. O problema do Anhanduí vai ser resolvido com a obra de canalização que será feita com recursos do PAC2”, acrescentou.

Cidade Morena – Outra região de calamidade pública na Capital é a região Cidade Morena. De acordo com o secretario existe um projeto para construir uma barragem no local orçado em R$ 1 milhão.  “Precisamos  atravessar a Gury Marques porque hoje qualquer chuva  transborda, aí  sim resolveremos  o problema da Cidade Morena porque a drenagem que está feita lá não tem saída. Vamos fazer  a galeria  para atravessar a BR e fazer a estabilização daquela erosão também”, assegurou Semy Ferraz em entrevista ao TopMindiaNews.

Veja também