TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
quinta, 02 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Cidades

Reinaldo, termine logo o Aquário, recado de Marquinhos Trad

Prefeito de Campo Grande acredita que conclusão da obra aquece economia da cidade

07 novembro 2018 - 11h54Por Celso Bejarano e Rodson Willyams
Reinaldo, termine logo o Aquário, recado de Marquinhos Trad

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) mandou um recado para o governador reeleito de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB): “termine logo o Aquário, isso vai favorecer economicamente a cidade”.

Na manhã desta quarta-feira (7), o prefeito foi ao bairro Dom Antônio Barbosa, onde será erguida uma UBSF, Unidade Básica de Saúde e da Família.

Primeiro, Marquinhos afirmou que tão logo assumiu a prefeitura, em janeiro de 2017, tomou a decisão de concluir as obras da cidade que estavam paradas.

“Para mim não importa se a obra a ser concluída é do Nelsinho, Bernal ou Olarte [três últimos prefeitos da cidade]. Temos de conclui-las”, afirmou Marquinhos, cuja administração não deve anunciar novas obras na cidade, mas, sim, segundo ele, aprontar as construções paradas.

O AQUÁRIO

A obra do Aquário do Pantanal, orçada inicialmente em R$ 84 milhões, mas que já consumiu em torno de R$ 300 milhões, foi parada por medidas judiciais em janeiro de 2015.

A construção, situada nos altos da avenida Afonso Pena, em Campo Grande, está quase concluída. O próprio governo admite que 90% da obra já fora concluída.

“Não se trata de um puxão de orelha no governador, mas essa obra deve fica pronta logo. É uma manifestação”, afirmou Marquinhos.

Para o prefeito, com o Aquário concluído, a cidade receberia turistas que gastariam dinheiro indo a outros lugares, como a feira, camelódromo, e usarem outros serviços Uber, táxis. “Isso seria bom para a economia da cidade”.

Marquinhos recordou o período dos debates políticos envolvendo o governador eleito, que sempre mostrava documentos indicando que a obra do Aquário estava embargada judicialmente.

“Ele [Reinaldo] diz que para a obra ficar pronta precisa de avais como do Tribunal de Contas, Ministério Público. Por que não resolve logo se já tem dinheiro?”, questionou Marquinhos.

O Aquário do Pantanal começou a ser erguido em 2011 como a principal obra do então governador André Puccinelli (MDB). Investigações tocadas pelo Ministério Público Estado indicam que houve fraude na licitação. Já quase pronta, a empreiteira que havia vencido a licitação foi trocada por outra que não conseguiu concluir o trabalho.