(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Professores aprovados em concurso de 2009 reivindicam nomeação

Entrave

14 JAN 2014
Willian Leite
12h10min
Foto: Geovanni Gomes

Cerca de 15 dos 252 remanescentes que foram aprovados em concurso público realizado no ano de 2009 para professores da Secretaria Municipal de Educação protestaram, na manhã de hoje (14), em frente ao Paço Municipal em Campo Grande. Os professores reivindicam a convocação dos aprovados, que tem até o dia 25 de janeiro para ser publicada no Diário Oficial.

Segundo uma das manifestantes, que preferiu não se identificar, a luta já é antiga "enquanto esperamos ser chamadas, estamos vivendo de bicos umas trabalhão como manicure,baba entre outras " lamentou. Os manifestantes iram ficar em frente a prefeitura nas próximas horas aguardando uma resposta do poder executivo " esperamos que a justiça seja feita, o prefeito pede para deixarem ele trabalhar mas,  não nos dá o que é de direito a nossa nomeação" criticou.

Oportunidade - Por outro lado, durante a manhã desta terça-feira  profissionais que almejam uma vaga temporária na rede municipal fizeram fila para entregar documentos de contratação na SEMED (Secretária Municipal de Educação). Um leitor do Top Mídia News que também esteve na secretaria, nos enviou fotos  onde ilustram  a movimentação no órgão.

Lista de espera - O presidente da  ACP ( Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Alves Gonçalves, informou ao Top Mídia News que ontem (13) foi encaminhado um ofício para o  secretários Municipal de Administração, Educação e Governo cobrando a nomeação dos remanescentes aprovados no certame de 2009.

Ele informou, ainda,  que o Decreto Municipal 10.440 de 3 de abril de 2008 dispõe da abertura de vagas para convocação de funcionários contratados somente se não houver concurso público. Geraldo afirmou ter se reunido com o secretário de Ricardo Ballock em dezembro de 2013 para discutir o assunto, e na ocasião foi acordado que iriam ser convocados 332 aprovados, porém, este número não corresponde ao total da lista de espera.

A  reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, e na oportunidade informou que  não irá se pronunciar sobre o assunto.

 

Veja também