Menu
segunda, 10 de agosto de 2020
Cidades

'Sonhei com ele morto um dia antes', diz mãe de jovem vítima de acidente

Segundo a mãe, o rapaz trabalhava como motoboy e na última terça-feira (21) estava de folga

23 maio 2019 - 07h45Por Da redação/Folha Vitória

A cabeleireira Vilma Gonçalves, de 40 anos, esteve no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, na manhã desta quarta-feira (22), para reconhecer e liberar o corpo do filho, Kelvin Gonçalves dos Santos, de 23 anos, que morreu vítima de um acidente de trânsito na Terceira Ponte, junto com a namorada Brunielly da Silva, de 17 anos, durante a madrugada. 

Abalada, Vilma disse que Kelvin era o único filho dela. "O Kelvin era meu filho, sabia? Meu filho único", relatou. O jovem e a namorada estavam na casa dela, em Vila Velha, antes do acidente. Segundo Vilma, ele parecia querer ficar em Vila Velha, mas a namorada pediu para ir para casa, em André Carloni, na Serra, pois estava sentido cólicas. "Ele estava lá em casa, comprou cigarro e parecia que queria ficar por lá", disse. Segundo Vilma, Kelvin trabalhava como motoboy e na última terça-feira (21), o rapaz estava de folga.

Em entrevista a equipe de reportagem da TV Vitória, a cabeleireira relatou que sonhou, na noite anterior, com o filho morto em uma maca. "Eu sonhei com ele na maca, um dia antes. Ele estava morto no sonho", disse. Ainda no DML, a mãe da vítima encontrou com os dois motoristas envolvidos no acidente que culminou na morte do casal. Segundo a polícia, os motoristas tinham acabado de fazer a coleta de sangue para as investigações.

Polícia suspeita de racha

Segundo a Polícia Militar, existe a suspeita que os motoristas estavam participando de um racha. De acordo policiais militares, a moto e os dois carros seguiam no sentido Vila Velha - Vitória, quando aconteceu o acidente. Um dos carros bateu na moto e derrubou as vítimas.

Em seguida, o outro carro veio logo atrás e atropelou o casal, que morreu na hora. O motorista Ivomar Rodrigues Gomes foi encaminhado ao Hospital São Lucas, em Vitória e depois conduzido a Delegacia Regional de Vitória, para prestar depoimento.

Mais tarde, o estudante Oswaldo Venturini Neto, que conduzia o outro carro, também foi prestou depoimento na delegacia, após atendimento médico em um hospital particular da capital. Ambos recusaram fazer o teste do bafômetro após o acidente.

Leia Também

Policial civil é suspeito de matar vizinho após briga em BH
Polícia
Policial civil é suspeito de matar vizinho após briga em BH
Pai causa acidente e mata filhos no dia dos pais em rodovia
Polícia
Pai causa acidente e mata filhos no dia dos pais em rodovia
Mato Grosso do Sul chega a 523 mortes pelo coronavírus
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul chega a 523 mortes pelo coronavírus
Motociclista tem fratura exposta após ser atingido por carro que praticava "racha"
Interior
Motociclista tem fratura exposta após ser atingido por carro que praticava "racha"