(67) 99826-0686
Camara - marco

Tarifa do ônibus cai cinco centavos na capital

Centavos

25 OUT 2013
Carlos Guessy
15h25min
A proposta ainda depende do aval dos vereadores, que precisam aprovar a isenção. Foto: Geovanni Gome

O prefeito Alcides Bernal hoje à tarde no gabinete da prefeitura, a redução da tarifa do transporte coletivo em Campo Grande para R$ 2,70. Bernal explicou que zerou o ISS (Imposto Sobre Serviços) para chegar ao valor. A redução foi de apenas R$ 0,05 centavos.

É a segunda redução no valor desde 1º de julho deste ano, de R$ 2,85 para R$ 2,75. Na ocasião, a prefeitura reduziu porque a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), isentou o transporte coletivo da cobrança de PIS e Cofins em 1º de junho deste ano. No entanto, a redução só ocorreu após pressão popular e no dia da maior manifestação pelo passe livre e contra a corrupção, que levou 60 mil pessoas às ruas de Campo Grande.

Segundo o vereador Eduardo Romero (PT do B), depois de muita repercussão a prefeitura decidiu diminuir a tarifa que, segundo o vereador, é a representação de uma conquista social para a população.

"Temos questionado a qualidade do transporte público em Campo Grande, é preciso melhorar os trajetos e as vias, oferecer mais agilidade aos campo-grandenses. Ainda estamos aguardando a decisão do Ministério Público sobre a devolução dos "dez centavos" referentes a junho de 2013, quando a prefeitura deveria reajustar a redução de impostos anunciada pelo Governo Federal", concluiu Romero.

Este é o primeiro ano em que a data-base para mudanças na tarifa do transporte é outubro. Desde 1º de julho, a tarifa custa R$ 2,75. Hoje, completa um ano do contrato da prefeitura com o Consórcio Guaicurus e por isso é a data-base.

Veja também