(67) 99826-0686
Camara Maio

Turine assina termo de cooperação entre UFMS e universidade alemã

Pesquisadores vão trabalhar em temas ligados à gestão de recursos hídricos

23 NOV 2016
Diana Christie
08h34min
Foto: Divulgação

O reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Marcelo Turine, recebeu, nesta semana, representantes da universidade alemã TUD (Technische Universität Dresden) para elaborar um termo de cooperação entre as instituições para projetos ligados à gestão de recursos hídricos.

Com parceria da Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul), as duas universidades irão disponibilizar o projeto “Advanced technologies for water distribution system management”, do Programa PROBRAL I, financiado pela CAPES e pelo Serviço de intercâmbio Acadêmico da Alemanha – DAAD.

Segundo o coordenador do projeto na UFMS, professor da Faeng Fábio Veríssimo Gonçalves, o principal objetivo é formar pós-doutores e doutores com conhecimentos científicos sobre Monitoramento Ambiental, Técnicas de Geo-Informação, Gestão de Riscos, Qualidade da água e Gestão de Recursos Hídricos.


Com esses princípios, conforme a assessoria da UFMS, os profissionais serão capacitados para resolver problemas complexos de engenharia, gerando soluções eficazes para a gestão de Sistemas de Abastecimento de Água, aplicando modelos matemáticos e estatísticos, de Big Data, otimização e técnicas de mineração de dados.

Faeng completa ainda que, considerando as habilidades mútuas de ambas as equipes, brasileira e alemã, o projeto visa desenvolver ferramentas e metodologias para auxiliar decisões relacionadas ao Sistema de Abastecimento de Água. Como primeira missão, os participantes do projeto realizam em Workshop entre 24 a 28 de novembro. (Inscrições e mais detalhes aqui).


O reitor da UFMS, Turine destaca que a atual gestão está focada em unir forçar e trabalhar em parcerias com o setor produtivo para resolver os desafios nacionais. “Tudo o que é empreendedor, inovador e venha para fortalecer a pesquisa e o desenvolvimento do Estado nós iremos fazer”, declarou.

Veja também