TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 12 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Dengue agosto
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Cidades

Usou marca de outro: Justiça manda produtora mudar nome de 'Pantaneta fake' em Aquidauana

Evento não poderá ser realizado se continuar a usar o mesmo nome

05 setembro 2019 - 19h48Por Thiago de Souza

O carnaval fora de época, conhecido como Pantanetta 2019, em Aquidauana, foi suspenso, por ordem da 3ª Vara Cível de Campo Grande. O evento seria dos dias 10 a  12 de outubro, mas a verdadeira dona da marca Pantaneta  acusa a produtora Santo Chão de usar indevidamente o nome.

A Pantaneta original foi um evento que começou a ser realizado em 1997 e atraiu milhares de turistas para Aquidauana, uma vez ao ano. Grandes nomes do axé music passaram pela cidade pantaneira nos 12 anos que a festa aconteceu na cidade.

A última edição foi em 2009. De lá para cá, diz a petição, o nome e os direitos da Pantaneta foram comprados da TV Morena por uma rádio de Aquidauana, que os tem até dezembro de 2029. Inclusive, o nome original é com uma letra  ''t'' apenas,  e a produtora tem usado o nome ''Pantanetta'', com dois ''tês''.

A rádio alegou que a Santo Show estaria usando um nome muito semelhante à marca e por isso  causando confusão para os foliões, dando a entender que o evento seria o mesmo realizado em anos anteriores ou ainda que a dona da marca autoriza sua realização, o que não seria verdade. Também apontou que a produtora de eventos estaria lucrando com a semelhança.

O pedido da rádio de Aquidauana à Justiça era uma tutela de urgência, para impedir que a produtora continuasse divulgando o evento com o nome Pantanetta, bem como suspender a venda de ingressos para o evento. Caso não cumpra, a Santo Show poderá pagar R$ 10 mil reais por dia, durante 30 dias. Por isso, até segunda ordem, o evento com o nome ''Pantanetta'' está proibido.

O Pantanetta 2019 traria o cantor Léo Santana, a dupla Matheus e Kauan e a Banda Eva. No Facebook já havia divulgação dos shows e a venda de ingressos.

Tentamos contato com a produtora Santo Show, mas as ligações e os questionamentos via rede social não foram atendidos.  

Uma audiência de conciliação entre as partes está marcadas para o dia 26 de setembro.