Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
DIPLOMACIA PELO CLIMA

Água será tema principal de reunião de Reinaldo e governo dos EUA

Governador Reinaldo Azambuja participa de reunião na sexta para apresentar projeto de 300 milhões de dólares e 90 mil empregos

27 julho 2021 - 16h04Por Denis Matos

A questão da preservação da água será um dos principais temas tratados na reunião do representante dos Estados Unidos para o clima, John Kerry, e seis governadores brasileiros, dentre eles o governador Reinaldo Azambuja, na sexta-feira (27) às 16h. De acordo com a pauta do encontro, que contará com a participação dos governadores João Dória (SP); Eduardo Leite (RS); Wellington Dias (PI); Renato Casagrande (ES) e Flávio Dino (PI). 

O encontro é uma resposta à carta enviada em abril pelo Fórum Nacional do Governadores, na qual 24 governadores brasileiros, incluindo Reinaldo Azambuja, pediram ajuda aos EUA para "resolver demandas da emergência climática global".

O encontro também marca a posição da diplomacia estadunidense em abandonar conversas com o governo de Jair Bolsonaro, principalmente no que se trata de questões ambientais no continente americano. Na pauta, definida pelos governadores, haverá a apresentação de propostas para aporte financeiro em projetos de proteção aos biomas que cada Estado está inserido. 

John Kerry: representante do governo dos EUA para o clima

John Kerry: representante do presidente Joe Biden para o clima; conversa direta com governadores isola ainda mais o governo Bolsonaro (Foto: Departamento de Estado EUA)

As propostas totalizam mais de 300 milhões de dólares em preservação ambiental e podem gerar mais de 90 mil empregos, de acordo com a previsão do Fórum dos Governadores.

 

Queimada no Pantanal: emergência climática  

Queimada no Pantanal: emergência climática mundial (Foto: Gov/MS)

O Pantanal passou por uma grande questão ambiental recentemente, com as queimadas que destruíram grandes áreas de vegetação e matou várias espécies de animais. 

Dentre as pautas apresentadas ao governo estadunidense estarão a recuperação da bacia hidrográfica do Taquari e do Baixo Pantanal. As questões hídricas estão em destaques para a parceria. 

De acordo com fontes da Comissão de Relações Exteriores do Senado, o governo americano passa uma mensagem que pretende dialogar com os governadores de cada Estado sobre temas como preservação ambiental e comércio. Os governadores convidados para este primeiro encontro são declaradamente oposição a Jair Bolsonaro, sendo que três deles são pré-candidatos à presidência: Dória, Leite e Dino. 

Já nos assuntos que dizem respeito a MS, o governo pretende alcançar o máximo de investimentos possíveis para seus projetos de recuperação ambiental.

Bacia do rio Taquari (Foto: Gov/MS)

A USAid, agência de fomento internacional do governo dos EUA, anunciará parceria com o Ibama e ICMBio para manejo e controle de incêndios florestais. A parceria teve início em 2014, durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, porém está desatualizada desde o início do governo Bolsonaro.

O governo do Estado e a Semagro não quiseram comentar ou antecipar a pauta que pretendem apresentar na reunião.


Leia Também

Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
Polícia
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Geral
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Vídeo: morto pelo Choque ostentava dinheiro e imagens de “matador de policiais”
Polícia
Vídeo: morto pelo Choque ostentava dinheiro e imagens de “matador de policiais”
Mãe discute com policiais e vai presa ao embebedar filha adolescente em MS
Interior
Mãe discute com policiais e vai presa ao embebedar filha adolescente em MS