TJMS SETEMBRO e outubro
Menu
quarta, 20 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
senar 18/10 a 21/10
Ciência e Tecnologia

Aplicativo que checa veículo furtado é um dos mais baixado no mundo

Tecnologia

31 janeiro 2014 - 13h29Por Agência Brasil

O Checkplaca, aplicativo para celular e computador lançado pelo Ministério da Justiça, já alcançou mais de 400 mil downloads, tornando-se o mais baixado na loja da Apple no Brasil e o 14º lugar no mundo, conforme resultados de ontem (30).

Com o Checkplaca, o cidadão pode verificar se qualquer veículo é furtado ou roubado. Basta digitar a placa para o aplicativo informar o modelo, as características e situação do carro na base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Sinesp).

Quando o aplicativo detecta algo irregular, o sistema avisa e dá a opção de o usuário ligar, sem ter que se identificar, para a polícia, que manda uma equipe ao local para verificar a situação. O aplicativo também é utilizado pelas forças policiais. Gratuito, o programa está disponível para dispositivos como os sistemas operacionais IOS (Apple) e Android.

O Ministério da Justiça informou ainda que 50 veículos foram recuperados graças ao aplicativo, com média de um por dia. Mais de 5 milhões de consultas já foram feitas, com média de 150 mil diariamente. Em 2012, foram furtados 248.755 e roubados 203.844 veículos. Segundo o ministério, os números de 2013 ainda não estão fechados.

Leia Também

Guarda Municipal xinga colegas de trabalho e acaba preso no Terminal Aero Rancho
Polícia
Guarda Municipal xinga colegas de trabalho e acaba preso no Terminal Aero Rancho
Motorista bêbado colide em carro e ainda ameaça condutor com pé de cabra
Polícia
Motorista bêbado colide em carro e ainda ameaça condutor com pé de cabra
Dois morrem em queda de helicóptero de traficantes em MS
Polícia
Dois morrem em queda de helicóptero de traficantes em MS
Advogado acusado de matar namorada em  Baytaporã pode deixar cadeia
Interior
Advogado acusado de matar namorada em Baytaporã pode deixar cadeia