Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
Ciência e Tecnologia

UFMS expõe mais de 200 projetos na Fetec MS e Mostra Nacional das Feiras de Ciência

A cerimônia contará com a participação do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes

16 julho 2019 - 09h15Por Da redação/UFMS

Na próxima semana, durante a 71ª Reunião da SBPC, serão realizadas a Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec MS) e a Mostra Nacional das Feiras de Ciência. Ambos os eventos fazem parte da programação da SBPC Jovem e acontecem no ginásio Moreninho, entre as 8h e 11h30. “A abertura da Fetec MS está programada para às 19h do dia 23, no Teatro Glauce Rocha”, explica Vinícius Belló, acadêmico do segundo semestre de Engenharia de Sotware da UFMS e um dos integrantes da comissão organizadora.

De acordo com Vinicius, na Fetec MS serão apresentados 202 projetos. Na Mostra Nacional das Feiras de Ciência serão 33  projetos nacionais indicados por outras feiras. “A Mostra Nacional foi uma iniciativa do coordenador da Fetec MS professor Ivo Leite junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Foi divulgado um edital e representantes de feiras regionais de todo o país participaram indicando projetos”, explica Vinicius. Nos dois eventos estão contemplados projetos desenvolvidos em todas as áreas do conhecimento.

As apresentações acontecem durante toda a semana. Nos dias 24 a 26, um grupo de avaliadores julgará os trabalhos, escolhendo os melhores que serão premiados em cerimônia marcada para o dia 26, às 16h30, no Teatro Glauce Rocha. A cerimônia contará com a participação do ministro do MCTIC, Marcos Pontes. “Durante a premiação são escolhidos os melhores projetos por área e geral, além de serem concedidas menções honrosas, prêmios de patrocinadores do evento e credenciais para outras feiras e eventos científicos”, destaca Vinícius.

Sobre a Fetec MS

A Fetec MS é um projeto realizado pelo Grupo Arandú de Tecnologias e Ensino de Ciência da UFMS e conta com recursos concedidos pela Universidade e pelo MCTIC, CNPq e Fundect. Neste ano, será realizada a oitava edição. Entre os objetivos estão: estimular a criação de trabalhos científicos e aproximar escolas públicas e privadas da Universidade; fortalecer as redes tecnológicas estaduais e regionais; melhorar a qualidade dos trabalhos produzidos nas escolas da Educação Básica em Mato Grosso do Sul; desenvolver e consolidar a iniciação científica entre os estudantes; incentivar o registro de marcas e patentes da produção científico-tecnológica apresentadas pelos estudantes.

Participam estudantes do oitavo ano do Ensino Fundamental ao ano do Ensino Médio (incluindo EJA), além de alunos do primeiro ao sétimo semestre do ensino técnico de Nível Médio (integrado ou profissionalizante). Ainda, na Fetec MS Júnior, estão contemplados projetos desenvolvidos por estudantes do quarto ao sétimo ano do Ensino Fundamental.

“Todos os trabalhos que têm algum fundamento científico de todas as áreas do conhecimento são aceitos. Neste ano, temos representantes de escolas municipais, estaduais, institutos federais e escolas particulares. Entre 600 e 700 estudantes devem expor projetos durante os eventos”, diz Vinícius.

Confira a programação completa no link.