(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08
COLUNA

Reflexões

por Marcelo A. Reis

A Ruptura

19 FEV 2019
Marcelo A. Reis
10h40min

Caro leitor ;

 

Neste crime, nesta hecatombe ocorrida em Brumadinho (NÃO chamo de acidente!!) , tive a minha atenção despertada por um ribeirinho , do Paraopeba , que ,com muita simplicidade e objetividade botou o dedo na ferida . Disse ele que "se pescassem um piauzinho, fora de época, seriam presos por crime ambiental e , no entanto, a Vale matava milhares de peixes e nada acontecia.........." Verdade!!! 

Fiz esta introdução porque o Brasil , ao longo da sua história ,tem sido assim . Aos PPP (Pretos , Pardos e Pobres) os rigores da Lei e, até mesmo aqueles fora da Lei , aos do "Andar de Cima" (uma vez mais roubo a expressão do Elio Gaspari) tudo se ajeita , tudo se resolve , tudo se concede. Dentro da Lei ou mesmo CONTRA a Lei!!  Há muito dizia aqui que o Bolsonaro seria vencedor para Presidente porque soube aglutinar os descontentes e  encarnou o segmento militar à quem a população, de uma maneira geral, atribui "poderes milagrosos" para consertar o Brasil . Contei que por todos os cantos que percorria cansei de ouvir, tal como um mantra que " no tempo dos militares era melhor". Analisamos aqui que as FFAA só interviriam diretamente em ultimíssima etapa e, para tal, com esmagador respaldo popular. Os militares, ainda bem, resolveram participar no processo eleitoral como eleitores  e empregaram suas expertises na organização , condução das operações até a vitória na equipe do candidato . A eleição dele representou , mais do que tudo , a repulsa ao escarnio, ao deboche com que o Mandarinato tem conduzido a nossa vida pública. Ao Presidente, ao Vice e à equipe não é permitido o fracasso. A população não aceita. Paradoxalmente a situação é mesma em que estava o PT no passado. A eleição do ex Presidente Lula, tinha a magia, da redenção, da recuperação do Brasil. Faço uma digressão. A Esquerda, após o fracasso da opção armada, busca no espectro burocrático e no quadro partidário, conforme os ensinamentos de Gramsci, infiltrar - se e aparelhar a máquina do Estado. Conseguiu em parte juntando - se ao que havia / há de pior e por isso caiu no descrédito para a maior parte do eleitorado. Não nos esqueçamos que a candidatura / eleição de Lula tinha a aura da limpeza da podridão política. Nesse item foi um fracasso total.

Vejo que os políticos seguem com os mesmos cacoetes. Estão em um mundo à parte. Fazem e dizem o que querem . Não devem satisfação para ninguém. A nós cabe trabalhar,  e muito,  e à eles usufruírem ,  locupletarem - se no Poder. Agora mesmo o "filho do César Maia" faz uma infeliz declaração sobre trabalhar até os oitenta anos. Foi "respondido" por um trabalhador sexagenário, pedreiro, que "convidou"  o Presidente da Câmara a trabalhar com ele durante um dia inteiro. Se aguentar "eu desisto de aposentar e trabalho até a morte".

Conto este caso porque vivemos uma inusitada situação de "República Hereditária”. Rodrigo que, praticamente, nunca enfrentou o mercado de trabalho entra para a vida pública por desdobramentos políticos do pai. Assim o são o "aécim" , o ACM Neto,  os Sarney e os próprios filhos do Presidente. São "Principezinhos" sem vivências com as realidades da vida . Pelas mãos de"papais, Vovôs e as bênçãos do Espírito Santo foram ungidos!!! . Alguns até  conseguem um bom desempenho .......

A Reforma da Previdência é necessária e urgente e não pode contornar os privilégios do Mandarinato. Ou teremos uma RUPTURA dentro do tão falado " Estado Democrático de Direito ou.......

É bom estarem todos antenados, o Brasil vem rompendo os paradigmas antigos. A Ruptura aí está e vem, aos trancos,  acontecendo .A população votou no Presidente pela mudança não admite retrocessos.

A  mão que aplaude é a mesma que apedreja!!!!

Até a próxima

Veja também