TJMS - 14 a 17/10
Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
COLUNA

Tiro Livre

Vinícius Squinelo

A vida repete a arte e novo ‘atentado’ pode derrubar de vez democracia brasileira

Que a Polícia Federal faça seu trabalho, e investigue a sério novas ameaças

19 julho 2019 - 12h17

Dessa vez sem enrolação. Sem o trabalho moroso e, ultimamente, dúbio. Mas a Polícia Federal precisa investigar urgentemente as ameaças do autoproclamado Sociedade Secreta Silvestre (SSS) ao presidente Jair Bolsonaro, sua família, e ministros. E não só em nome deles, mas também de toda democracia brasileira.

Em primeiro lugar. Sem ideologias, desejar a morte de alguém, seja de direita e esquerda, leva qualquer ser humano ao pior patamar de fundo do poço. Sem empatia e compaixão, não há qualquer possibilidade de uma sociedade minimamente racional, muito menos cristã – para atender novamente falas da direita e esquerda.

Logo, a PF que investigue a sério a ameaça, exposta na revista de maior circulação nacional, contra a autoridade presidencial. Por dois simples motivos: se nem o presidente está a salvo, quem estará?; e em nome de nossa democracia.

Sim, em defesa da democracia, qualquer ataque contra Bolsonaro não deve e não pode ocorrer. Além do primeiro motivo acima explicado, temos um segundo, um pouco mais obscuro.

Não seria a primeira vez, nem na vida nem na arte, que um atentado desencadeado contra alta autoridade de um país levaria a extinção total dos direitos democráticos. O Brasil já teve uma ditadura por menos, não se esqueçam disso...

Foto de capa: reprodução/Veja