(67) 99826-0686
IPVA
COLUNA

Tiro Livre

Bolsonaro prova em um dia que acabou a mamata da Globo e Folha

Assim, logo no dia da posse, presidente manda um recado claro: acabou as regalias!

3 JAN 2019
Vinícius Squinelo
09h24min

Em apenas um dia, 24 horas, Jair Bolsonaro colocou à prova a promessa de igualar o tratamento com jornais e jornalistas do País e – você gostando ou não do novo presidente – cumpriu o que falou. Em uma só patada, colocou no devido lugar a chamada ‘grande mídia’, em especial a Rede Globo e a Folha de S. Paulo.

Colocar no ‘devido lugar’ não significa acabar com as duas empresas, como inclusive pede a parte mais radical dos apoiadores do presidente. Mas sim simplesmente acabar com as regalias. Nada de coffee break especial, nem entrevistas exclusivas à emissora carioca, ou espaço reservado ao jornal paulista ao lado das maiores autoridades nacionais. Pela primeira vez desde a redemocratização, os ‘deuses do jornalismo’ tiveram que batalhar por cada aspas ou informação conseguida, como qualquer profissional da área.

A medida gerou revolta. A colunista Mônica Bergamo, quase que voz oficial da Folha de S. Paulo, lamuriou e deu piti em longo texto publicado em sua coluna. Quem sabe a competição por informação tenha assustado a experiente profissional, acostumada a ser tratada de forma, no mínimo, diferenciada.

A Globo vive essa diferenciação em todo País. Como profissional em Mato Grosso do Sul, lembro de um caso que me marcou de cinco anos atrás. Promotor metido a estrela afirmou que não iria atender ninguém da imprensa, isso no meio de uma grande operação policial. Mesmo com o aviso da autoridade, os profissionais fizeram plantão na frente da sede do Gaeco, quando foram surpreendidos com uma equipe da Vênus Prateada saindo tranquilamente do prédio, com matéria exclusiva que foi exibida pouco depois.

Assim, logo no dia da posse, Bolsonaro manda um recado claro: acabou as regalias!

Ou isso, ou, como mostra a imagem que ilustra esse pequeno texto, Bolsonaro pode fazer como pede apoiadores e ir ainda mais pra cima dos antes nunca questionados.

Gostou? Curta, comente e compartilhe! Quer enviar críticas, xingamentos ou boas ideias: mande para o e-mail vinisquinelo@gmail.com

(imagem de capa: Revista Sociedade Militar)

Veja também