(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08
COLUNA

Top Play

Games, geeks, diversão e muito mais

Creed 2 - Adonis e o legado de Rocky

Continuação ou Spin off? Creed é mais que uma sequência e carrega muito da franquia para delírio dos fãs

12 FEV 2019
Paulie Pennino
14h00min

Muhammad Ali disse em entrevista que o homem branco não poderia aceitar sua carreira, então inventou Rocky Balboa. Há mágoa na frase, e muita verdade já que o próprio Stallone assumiu que escreveu freneticamente o roteiro do seu primeiro grande filme após assistir a fantástica luta de Ali contra Foreman conhecida como Rumble in the Jungle.

Apesar da acusação de usurpação de um símbolo negro, de mais uma vez acontecer um embranquecimento de um ícone afro americano, Rocky ainda sim é significativo, não só como filme, mas como catalisador da carreira de Stallone e um dos mais importantes personagens ficcionais do cinema, é o sonho americano retratado de forma moderna, o esforçado descendente de imigrantes que agarra com toda a força a oportunidade da sua vida, e conquista o sucesso.

O roteiro da série tem alguns tropeços, em Rocky 5 o personagem está falido depois de ser roubado durante os treinamentos na União Soviética para a luta contra Ivan Drago, e semi falido volta para a Filadélfia e vê em Tommy “Machine Gun” uma chance de ter um pupilo. Anos depois, Rocky volta para um apoteótico filme, o sexto do personagem chamado apenas de Rocky Balboa. Nele, o lutador com mais de sessenta anos, viúvo e dono de um modesto restaurante, decide lutar contra o atual campeão em uma luta amistosa.

Mesmo com tudo para ser um fiasco, o sexto filme mostrou um Stallone maduro na melhor atuação possível, no personagem que encaixava como uma luva. Seria este o fim da história do Garanhão Italiano.

Seria… se não fosse a ambiciosa proposta de Creed.

O longa se passa dez anos depois da luta amistosa do filme anterior, e conta sobre o até então ignorado filho de Apollo Creed, nêmesis e amigo de Rocky: Adonis Creed. O herdeiro do Doutrinador convence a lenda do boxe a treiná-lo para entrar no circuito profissional de boxe, e todos os elementos da saga se convertem para que assim como Mickey fez no passado, Rocky agora fabricaria um campeão treinando de maneira não convencional. Assim também como em Rocky 1, Adonis Creed perde sua luta pelo campeonato mundial, mas com um resultado espetacular sobrevivendo a todos os rounds como seu mentor fez anos atrás contra seu próprio pai.

A luta do filme não é só dentro do ringue. Rocky está velho, sozinho, até seu filho se distanciou, e a presença de Creed reacende a chama de sua vida em um momento delicado onde enfrenta o câncer. Na passagem de bastão da franquia do boxe, Rocky deixou para Creed uma sequência que se confunde com spin off muito mais humana.

Em 2019 mais um capítulo dessa história é lançado, Creed 2 faz aquilo que todo fã da série pensou quando viu a sinopse do filme anterior, Ivan Drago volta das cinzas da extinta União Soviética com seu filho e herdeiro no boxe Viktor Drago. O fanservice funciona muito bem, no quarto filme da série os fãs puderam ver Apollo Creed ser morto dentro do ringue pelo lutador soviético, numa mistura de filme da guerra fria com boxe.

E a sequência mostra o quanto o mundo mudou, Michael B.Jordan é o protagonista, vive naturalmente Adonis Creed no melhor momento de sua carreira que enfrentou dificuldades por causa do racismo estrutural de Hollywood, e que sobreviveu a grandes fiascos como a versão floppada de Quarteto Fantástico que poderia afundar a carreira de um ator menos talentoso com a desculpa do “Tocha Humana Negro”. 

Se Ali estivesse vivo, veria um dos grandes atores negros da nova geração se tornar o símbolo que ele mesmo fora, e receber do “usurpador cultural” essa passagem de bastão. Creed 2 não é só um filme, é uma linha que costura décadas de entretenimento que conquistaram uma legião de fãs, em uma franquia que se renovou como nenhuma outra conseguiu fazer antes. 

Creed 2 é obrigatório para os fãs da franquia, e uma excelente oportunidade de embarque para aqueles que também querem conhecer esse universo particular. 

Atualmente está em cartaz nos cinemas, em suas últimas semanas.

Veja também