Prof Rinaldo
(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08
COLUNA

Pelos Cotovelos

Em época de eleição, desinteresse da população por eventos leva políticos ao desespero

Prática é antiga e evita vergonha nas fotos, mas será que ganha votos?

19 JUL 2018
Diana Christie, Rodson Willyans e Vinícius Squinelo
23h00min

A velha prática de usar pessoas de programas sociais como massa de manobra e fazer volumes em evento voltou a ser usada com mais força que nunca. Pessoas de comunidades carentes foram ‘convidadas’ para o Fórum Permanente de Segurança na Fronteira e se misturaram em meio às autoridades militares e policiais no evento. Sabe aquele convite, que é meio obrigação para garantir o benefício, né? Dá para ver a empolgação da plateia na foto (veja ao lado).

Apostas

O artifício, pra lá de batido, voltará a ser usado nos próximos dias com a chegada das tão anunciadas convenções. Ou alguém duvida que vai ter evento político lotado de servidor, comissionado ou terceirizado, aplaudindo pretenso candidato que eles nunca nem ouviram falar?

Fez falta

Mas voltando ao Fórum de Segurança, a ausência do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi mais notada que a presença de certas autoridades no evento. Ele foi representado pelo secretário Jaime Verruck, mas não é comum a um chefe de Estado deixar ministros perambulando sozinhos por aí. Talvez seja o descrédito com a discussão, que nunca vira dinheiro para investimentos em Mato Grosso do Sul.

No quieto

Tem político sem expressão alguma que faz até o mais cético se perguntar como foi parar no cargo representando tanta gente. Mas talvez a resposta esteja nas profissões. Muitos representantes da saúde acabam conquistando cargo eletivo não por sua capacidade de elaborar leis e debater, mas pelo trabalho voluntário que faz junto à população. É a gratidão vencendo mais votos que a análise crítica.

Em trâmite

Com proposta do vereador Eduardo Romero (Rede), a Câmara Municipal analisa projeto que inclui no calendário oficial de eventos e de programações do município o Dia do Conselheiro Tutelar, a ser comemorado todo dia 18 de novembro. A proposta foi aprovada em primeira discussão e, deverá ser analisada em segunda votação após o recesso parlamentar.

Boas novas

Assim como na comunidade Bom Retiro, 80 unidades habitacionais serão construídas na aldeia urbana Água Bonita pelos próprios índios, com recursos de uma parceria entre o Governo do Estado e da prefeitura na ordem de R$ 670,5 mil, oriundos do Programa Nacional de Habitação Rural. As informações são do vereador Wellington Oliveira (PSDB), que destacou a parceria com a Fundação de Trabalho para qualificar os beneficiados para a construção das casas.

Veja também