(67) 99826-0686
COLUNA

Pelos Cotovelos

Em época de pré-campanha, bancada federal ‘some’ de evento em Campo Grande

Somente um parlamentar da bancada federal esteve no lançamento de obras de aniversário da Capital

31 JUL 2018
Diana Christie, Rodson Willyans e Vinícius Squinelo
23h00min

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que convidou todos os grupos políticos de Mato Grosso do Sul para participarem do lançamento oficial da programação do aniversário de Campo Grande. O convite foi feito para senadores, deputados federais e estaduais, além do Governo do Estado. No entanto, nenhum dos senadores esteve presente.

Representante

Dos deputados federais, apenas Fábio Trad (PSD), irmão de Marquinhos, foi ao evento. Da Assembleia Legislativa, somente o petista Cabo Almi esteve na cerimônia. Ele até falou em nome da Casa de Leis estadual. Mesmo assim o prefeito enfatizou que todos os parlamentares ajudaram a destravar recursos. "Ajudaram de alguma forma", destacou.

Participativos

Mas se faltou a bancada federal, a Câmara Municipal estava em peso. Esteve no local o presidente João Rocha (PSDB), bem como os vereadores Papy, Ademir Santana, Cazuza, Lucas de Lima, Junior Longo, Betinho, Enfermeira Cida, Valdir Gomes, William Maksoud, Hederson Fritz, Ayrton Araújo, e André Salineiro.

Paz e amor

Aos parlamentares, Marquinhos mandou um recado de harmonia: "entenderam que o nosso partido é Campo Grande. Mesmo nos bons momentos ou maus momentos, nunca houve quebra de harmonia. Choramos e rimos juntos de mãos dadas".

Reforço

Quanto ao ministro Carlos Marun (MDB), Marquinhos disse que ele tem sido peça fundamental para o município, que vem conquistando vários recursos federais. "Ações que são positivas para Campo Grande".

Foto: Wesley Ortiz

Do outro lado

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aproveitou para lembrar como é estar do ‘outro lado’, gerindo municípios. Ele disse que foi “perseguido” enquanto prefeito de Maracaju. Segundo ele, em oito anos de gestão, ele conseguiu apenas dois convênios: "um de R$ 80 mil e outro de R$ 60 mil". "Não imaginava  que chegaria a ser governador", afirmou.

Veja também