TCE Julho  17 a 19/07 e 22 a 25/07
(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019
COLUNA

Top Play

Games, geeks, diversão e muito mais

Modo Jack Sparrow: Pirataria volta a crescer em todo mundo.

O streaming quase matou a pirataria, mas agora é o principal motivo do fortalecimento do modalidade

25 ABR 2019
Verme Cinzento
07h10min

Até bem pouco tempo atrás você tinha poucas opções para assistir uma série: ou pagava um valor ridiculamente proibitivo em TV por Assinatura, ou teria que esperar até que algum canal aberto se interessasse pelo conteúdo, dublasse  e encaixasse em sua grade.

Até a popularização da banda larga, quando milhares de pessoas puderam simplesmente baixar suas séries favoritas, descolar legendas feitas por fãs, e assistir quando e onde quiser. É claro que não era todo mundo que dava conta de fazer tudo isso, e por esse motivo surgiram os sites onde ao invés de baixar o conteúdo, você poderia assistir on-line. O maior problema disso é que não existe almoço grátis, esses sites faturavam com propaganda, que permeava a tela até você acertar o player.

Dava tanto trabalho, que quando a Netflix pintou por aqui, ninguém achou caro pagar 15 reais para ter acesso ao seu conteúdo. O fenômeno foi global, a pirataria não era abandonada de tal forma desde que o Caribe estava em processo de colonização.  Porque diabos eu baixaria o conteúdo se poderia ter baratinho na tela da minha TV sem nenhum problema?

Essa pergunta ficou sem resposta até que a concorrência no streaming surgiu. Assinar Netflix não te garante assistir tudo, assim como a própria criou seus conteúdos, outras concorrentes fizeram o mesmo. Então se você quiser assistir Cobra Kai, Deuses Americanos, Game of Thrones, Carcereiros e Black Mirror, prepare-se para pagar mais caro do que pagaria no passado por um pacote completo de TV por assinatura.

O reflexo disso é o renascimento da pirataria.

Game of Thrones é exibido pela HBO, um dos canais mais exclusivos da TV por assinatura, que é claro, decidiu ter seu próprio app de streaming de conteúdo. Além de não funcionar direito por causa da alta demanda de sua série, e de ser muito caro, não é qualquer aparelho que vai rodar o aplicativo, o que convida muita gente a piratear.

Quanto exatamente? Pelo menos 55 milhões de downloads só nas primeiras 24 horas do lançamento do primeiro episódio da oitava temporada. Quase 15 milhões desses downloads vieram da Índia e China, onde ou é impossível de assistir, ou só se tem uma versão bem censurada da série.

Assinar todos os serviços de streaming fica hoje em dia por volta de 150 reais, enquanto a pirataria sai na faixa e nem depende de uma conexão, já que você poderia baixar em uma rede aberta em algum lugar. De algum modo, a competição pelo seu dinheiro, fez o serviço ficar mais caro, proibitivo para muita gente, e conseqüentemente fortaleceu a pirataria.

E vem mais por aí... em 2020 chega a Disney +...

Veja também