Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
COLUNA

Reflexões

Marcelo A. Reis

O bom governo Bolsonaro

Vemos que, no entorno do Presidente, a ponderação e o equilibrio estão, nas pessoas do Mourão, Heleno, Santos Cruz , Guedez e Moro

28 maio 2019 - 09h39

Caro leitor ; 

NÃO sou Bolsonarista empedernido .Votei no atual Presidente e fiz questão de declarar franca e abertamente aqui. Fiz por respeito a Você que, ao longo dos anos, acompanha as minhas Reflexões.  Confesso ficar incomodado com profissionais que fazem pose de isentos , mas não o são. São tendenciosos. Algumas vezes faxem parte de jogadas corporativas para extorquir dinheiro dos governos para reforma ou obtenção de financiamentos. Acho que à Imprensa cabe um papel fundamental, na Democracia, iluminando , clareando as zonas de sombra.

É importante que o órgão e/ou o profissional digam claramente, se e quando for o caso ,  quem/o que apoiam ,ou não. Isto se chama seriedade , honestidade , transparência intelectual. 

Fiz esta longa introdução para dizer o quanto revolta a orquestração Anti - Bolsonaro que diariamente assistimos . Acho que o Presidente e a sua equipe erram e acertam . Acho que cabe , isentamente , observar e aplaudir e criticar conforme a situação. 

Vejo que  a sensibilidade do Bolsonaro em perceber, e verbalizar,os anseios da população derrotando, com o seu "Exército de Brancaleone, fortes estruturas partidárias, apoiadas por vigorosos esquemas financeiros , NÃO lhe dão condição para sair dizendo qualquer coisa que queira .Quando fala não é a pessoa física do J.M.Bolsanaro , mas p País .É o Brasil ! À guisa de exemplo cito a questão do reconhecimento de Jerusalém como a Capital de Israel.  Foi externado sem um suficiente amadurecimento.  

Por outro lado, há que reconhecermos que a crise com que nos defrontamos não decorre de erros e/ou acertps deste governo. O que aí está tem nomes /sobrenomes . Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Vana Rousseff e Michel Miguel Elias Temer . Daqui a uns anos poderemos incluir o nome do atual , mas não  agora.

Ao ler os jornais, um E.T.imaginaria que o Governo atual é um cataclismo que sucedeu a um maravilhoso período de realizações.  

Não, não é o caso! 

Considero, pelos seus primeiros passos , que é  um bom governo.  Digo - o e reafirmo, porque está fazendo,  ou buscando fazer o que prometeu em campanha.

É, leitor , trata -se de algo que deveria ser o comum,  o normal,  mas não o é. O que mais vimos ao longo da nossa história foi a mentira , a falácia e a corrupção. 

Agora , os toffollys e rodrigomaias da vida falam em buscar um consenso para nos tirar do impasse. 

Há muito vimos ,aqui,  pregando a necessidade de um "Pacto de La Moncloa" tupiniquim.  Um pacto que gerasse um Plano Estratégico. Que definisse metas , parâmetros  e etapas de avaliação.  Que contemplasse os setores fundamentais .Educação Pública de Qualidade em Tempo Integral massiva,  Ciência e Tecnologia,  Agronegócios, Saúde Pública de Qualidade ,Reformas da Previdência/Fiscal,  etc, etc. 

Que os desacreditados chefes do Legislativo e do Judiciário não estejam de conversinha fiada , pois se estiverem , levarão o pais ao confronto. 

Vemos que, no entorno do Presidente,  a ponderação e o equilibrio estão,  nas pessoas do Mourão,  Heleno, Santos Cruz , Guedez e Moro, adquirindo preponderância e destaque. Tal, repito, é muito bom! 

Até a próxima