TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
COLUNA

Top Pipoca com Pedroka

Pedro Martinez

Terra Violenta: faroeste clássico...

In A Valley Of Violence

19 agosto 2019 - 16h54

A dica de hoje é um achado da Netflix; foi lançado lá em 2016 quando a gigante do streaming o comprou.

O western Terra Violenta é um pérola idêntica aquelas que fizeram muito sucesso na época dos nossos avós.

Após essa era de ouro dos filmes de faroeste, os atuais, que bebem do gênero, são só sempre cheios de ação. Um exemplo disso é o recente remake de Sete Homens e um Destino (1960) com Denzel Washington.

Esse Terra Violenta é o primeiro longa metragem de Ti West, que na verdade é mestre do terror. Mas pode-se dizer que aqui o diretor se saiu bem ao arriscar.

- Conta a história, Pedroka!

Lá no meio do Velho Oeste, século XIX, Paul (Ethan Hawke) é um ex-soldado que busca chegar até o México com sua fiel cadelinha Abbey para esquecer o passado violento. Porém, após entrar em uma briga no bar, contra os protegidos do delegado Marshal Clyde Martin (John Travolta), no meio do nada, acaba emboscado e vê sua companheirinha ser morta. Assim Paul decide voltar a cidade e buscar vingança contra os bandidos. Uma espécie de John Wick do Velho Oeste.

Ao assistir ao filme percebemos que West quis se ater aqueles clássicos: uma história de vingança e somente um homem contra uma cidade. A fórmula é simples porém muito eficaz. As atuações de Hawke e Travolta atingem uma linha tênue entre boa atuação e a quase amadora; detalhe que era comum para os filmes na era de ouro do gênero. A velocidade que a trama segue é modesta e beira entre a emoção e o marasmo. Mesmo com Paul sendo o clássico "The Man with No Name (But with a Name)" sua história ficou bem desenvolvida de uma maneira que o espectador consegue captar os motivos e as dúvidas do personagem. A história em volta da cidade e seus porquês também ficam interessantes.

O ponto mais favorável ao sucesso de um filme como In A Valley Of Violence (nome original) é uma regra simples que aprendemos na escola: a trama tem início, meio e fim. Essa receita por diversas não é seguida por muita gente no entretenimento e é o motivo de muitos insucessos em grandes produções. Mas aqui não é o caso. O roteiro é redondo, bem escrito e o melhor que é ser objetivo.

Dessa forma, com tantos elementos positivos, fica fácil descobrir o segredo de Terra Violenta: um autêntico western desses que não se fazem mais.

5 pipocas!

Disponível na Netflix.