Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
COLUNA

Top Play

Fernando Fenero

Tudo sobre carregamento de celular e baterias!

Saiba tudo sobre carregadores de celular e suas baterias.

10 junho 2017 - 08h35

Para essa publicação, foram usadas dúvidas enviadas pelos leitores: Nelson José, Vinícius Matos, André Lana, Michele Veronese, Lethicia Fernandes, Eduarda Paes e Alex Machado.



 



Quanto tempo é preciso deixar o aparelho carregar em seu primeiro carregamento?



As fabricantes divergem quanto ao procedimento de carregamento inicial, mas o ideial é que o usuário carregue por aproximadamente uma hora e já teste o aparelho nas mais diversas situações: Câmera, Ligações, Instalação de Aplicativos. Isso porque com uma hora de carregamento, já é o suficiente para uma carga razoável, e o usuário já pode identificar algum problema Zero (a maneira que o varejo se refere a problemas que o aparelho vêm de fábrica) podendo trocar imediatamente no mesmo dia como garante o Código de Defesa do Consumidor. Não é necessário deixar horas antes do primeiro uso, isso não vai interferir na vida útil da bateria.



Posso usar meu celular enquanto ele carrega na tomada?



Pode sim, mas não é o ideal. Recarregar a bateria do seu celular gera calor, o uso do aparelho aquece a tela e o CPU (processador) do aparelho. Ambas fontes de calor podem afetar negativamente o funcionamento do aparelho, podendo até mesmo danificar o mesmo. O ideal é não realizar usos prolongados do celular enquanto carrega.



 





 



Existe um método de carregamento mais rápido?



Sim, e ele é até bastante simples: carregue o aparelho desligado ou no modo avião. Baixando o consumo do aparelho, ele carregará mais rápido graças a temperatura menor, e a entrada de energia maior que a saída. Novos aparelhos de fabricantes como Asus e Motorola carregam 100% da bateria se carregados desligados em cerca de 40 minutos, então vale a pena.



Devo deixar meu celular carregar por toda a noite?



Você até pode fazer isso, mas não ajuda em nada. Baterias modernas de celular são do tipo Li-Ion, então carregam de forma rápida (a maioria dos aparelhos carrega em menos de duas horas). Deixar por 8 horas (a média de sono das pessoas) acaba sendo inútil.



 







 



A bateria do meu celular pode viciar?



Não. O vício de bateria acontecia quando os celulares eram equipadas com antigas tecnologias de armazenamento de carga. As tecnologias atuais baseadas em lítio não viciam, ou seja, você pode carregar o celular em qualquer momento sem causar dano. As baterias desse tipo possuem ciclos de carga, ou seja: depois de um tempo de uso, ela simplesmente deixam de carregar, independente da forma com que você tenha usado. O leitor provavelmente deve ter visto isso já acontecendo em notebooks, que de um dia para outro, param de armazenar carga: os ciclos de carregamento da bateria chegaram ao fim, e mesmo a bateria ainda funcionando, ela não pode ser usada. O tempo desses ciclos de carga variam de fabricante para fabricante, mas gira entre 18 e 36 meses de uso.



Carregar o celular gasta muita energia elétrica? Quanto custa?



Pergunta recorrente: já vimos que nenhum celular moderno precisa passar a noite inteira carregando na tomada, mas considerando esse cenário tão comum, foi feito o cálculo considerando o valor do quilowatt-hora da bandeira vermelha no estado do Mato Grosso do Sul (considerando o período de 2017). Se deixarmos o celular carregando todo dia, 8 horas por noite, ao final de um ano ele terá consumido o equivalente a 15 reais na sua conta de luz. Ou seja: um valor ínfimo equivalente a um banho de chuveiro longo, ou descongelar algum alimento no micro-ondas. Vale também lembrar que em Junho de 2017, estamos em Bandeira Verde (valor menos no consumo elétrico).



 







 



Usar um carregador de um fabricante diferente pode viciar a bateria?



Não, mas pode acontecer coisa muito pior: Carregadores de marcas diferentes podem danificar seu aparelho e sua bateria. Carregadores tem duas características muito importantes: Voltagem e Amperagem, usar um carregador com valores diferentes do valor original do seu aparelho, pode comprometer o funcionamento da bateria, e de partes sensíveis como a tela. É bastante comum que o uso de carregadores causem danos a sensibilidade das telas touch. Numa situação de emergência em que precise carregar o aparelho usando um carregador de um amigo, prefira fazer isso com o aparelho desligado para diminuir as chances de acontecer algum problema.



Usar um carregador diferente do original ou de outro fabricante pode estragar o aparelho?



Sim, como na resposta anterior, voltagens e amperagens devem ser compatíveis entre celular e carregador. Apesar disso, pode-se fazer controle desse tipo de situação. No momento de usar um carregador não original, consulte se a voltagem dele, e a amperagem são iguais aos do seu aparelho. Nesse caso, as chances de acontecer algum problema são muito pequenas. Essas informações estão estampadas em letras pequenas no carregador, e na bateria do seu aparelho.



 



Quais são as possibilidades do meu celular explodir e pegar fogo? O que fazer numa situação como essas?



As possibilidades são mínimas, e não é necessário que o aparelho esteja carregando para que aconteça. A maioria das imagens chocantes da internet sobre o tema são hoax (boatos de internet) e não condizem com a verdade. Aparelhos quase sempre explodem por algum problema na bateria, então fique atento a sinais de super aquecimento do aparelho. Usar o aparelho enquanto carrega é uma das situações que pode superaquecê-lo e mesmo que não exploda, pode causar outros danos. Esquecer um aplicativo pesado rodando (como câmera ou jogos) enquanto o celular está no bolso é outro convite a esse tipo de problema, sempre verifique se os processos foram encerrados antes de guardar o telefone. No caso de explosão, não use água para apagar as chamas, isso só aumenta o perigo: o ideal é usar um extintor químico (como os encontrados nos carros) ou um material não inflamável e condutor como areia e terra. 



 







 



Carregadores portáteis podem danificar o aparelho? 



Sim. O ideal é que se compre um carregador de uma fabricante de qualidade, e de preferência da mesma fabricante que seu celular. Um fabricante de baixa qualidade (o popular xing ling) pode não estabelecer uma voltagem adequada para o carregamento do seu aparelho, e danifica-lo. Considerando o custo-benefício de comprar um carregador portátil de qualidade, não vale a pena arriscar com outros fabricantes genéricos.



O que mais gasta a bateria do celular? Quais aplicativos mais consomem bateria?



Normalmente são aqueles que ficam conectados mesmo com o aparelho "apagado" em seu bolso, que usam a sua internet Wi-fi e 3g/4g para se atualizar, e os que mais dependem de tempo de tela. Bom exemplo disso é o Facebook, que busca atualizações a toda hora para avisar alguma marcação em foto ou algum like em comentário, e que é usado com bastante tempo de tela ativa. Evitar o consumo do aplicativo é bastante simples, basta ir em Configurações>Apps>Facebook e marcar para que não funcione em segundo plano. Alguns fabricantes como a Asus já vem com avisos de fábrica que informam quando o aplicativo é um comilão de bateria, vale a pena dar atenção a esses avisos. PS: o caminho indicado no exemplo pode variar em alguns fabricantes.



Existe algum problema em usar um carregador veícular? Posso carregar meu celular na porta USB do rádio do meu carro?



Se usar um carregador veicular de qualidade, assim como seu aparelho for de uma marca de qualidade, a resposta é: não há problema. Infelizmente esses carregadores veiculares normalmente não possuem tanta capacidade de carregamento, e apesar de não danificar o aparelho, pode ser que o carregamento seja mais demorado.Vale uma dica importante: se você carrega seu celular naqueles suportes de saída do ar-condicionado do carro, tome cuidado com o efeito de condensação, que são a formação de gotículas de água quando há variação de temperatura de um ambiente para o outro (é exatamente o que acontece com a garrafa de cerveja que transpira quando sai do freezer do bar). Se for tirar o aparelho que está gelado por causa do contato com o vento frio do ar-condicionado, leve-o na bolsa ou no bolso para evitar que ele sofra esse fenômeno.



 







 



 



Por fim, gostaria de deixar essa porta aberta nos comentários, fiquem à vontade para tirar mais dúvidas e outras questões. Quero lembrar que a intenção é tratar o assunto da forma mais simples e popular possível, e por isso foi tão simplificada questões físicas como amperagem e condensação.