TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
COLUNA

Reflexões

Marcelo A. Reis

Acostumou a vender

04 novembro 2019 - 10h21

Caro leitor;

 

Diversas vezes citei aqui o Tio Zezé. Dr. José da Silva Ferreira. Era uma pessoa incrível; diferenciada! Não pelos vinte (20) filhos que teve/criou bem ,mas pela serenidade e capacidade de análise de que era detentor. Nunca saía do prumo .O meu cunhado Mauro Vieira pontua ,como um MANTRA, que "não pode perder o prumo. NUNCA!!!" Para fazer uma citação  de nível internacional  trago,  uma vez mais , o meu Grande Mestre ,e amigo, Professor Afonso Arinos de Mello Franco que dizia ser uma  característica brasileira o não conseguirmos situar - nos no ponto de equilíbrio. Era 8 ou 80!!

Conto isso para fazer uma analogia com as coisas do nosso país. 

O Tio Zezé dizia que muitos proprietários rurais, da nossa Região do Vale do Rio Preto em Minas Gerais, construíram patrimônio forte e , mais adiante, os herdeiros "puseram tudo fora" . 

Enfatizava : "acostumaram a vender!" .

Ficavam apertados vendiam alguns alqueires de terra. Ficavam aliviados e , daqui a pouco, já estavam alienando mais um pedaço.... Não controlavam os seus gastos .Não cuidavam dos seus custos . Quando apercebiam- se não tinham mais nada !!!.

Cheguei a conhecer pessoalmente alguns. Eram casos reais.

Conto tudo isso porque , simplificando, é assim que vejo o Brasil . NÃO sou estatista e nem privatista .Procuro seguir o conselho do cunhado ."Não pode perder o prumo. NUNCA!!

Lá pelas décadas de trinta , quarenta e cinquenta fez - se necessária uma forte intervenção estatal que viabilizaria, e efetivamente viabilizou, o nosso salto industrial .Foi a FNM , a  CSN, a Companhia de Álcalis, a Petrobras 'a Eletrobras  e diversas outras . Por outro lado expandiu - se , ao absurdo , o setor estatal .Em princípio não vemos o Poder Público como um gerente exemplar . NÃO, definitivamente não o é. Existem , também, diversos casos de gestão séria e eficiente. Tem que ter seriedade e serenidade para separar o joio do trigo. Privatização não é a "Panaceia dos 7 milagres !  Privatizar não pode significar vender para tampar buraco . 

Entregar na bacia das almas .

Não pode significar a desnacionalização pura e simples e as causas dos rombos permanecerem intocadas .

Há que baixar os custos de uma máquina pública pesada e ineficiente .

Há que priorizarmos  recursos para Educação Pública de Qualidade em Tempo Integral (expandir por todo o país  o projeto dos CIEPs do Brizola) , Ciência e Tecnologia, Saúde (inclui Saneamento e Educação Física) e Segurança. 

Chega de proteger um "MANDARINATO" calhorda e escravocrata !!!!

Chega de priorizarmos  os temer, renans,jucás,moreira ANGOTOX frango, rodriguinho maia,toffollys ,gilmar MERDES e tantos e tantos outros......

Priorizemos o Brasil !!!

A venda desenfreada SEM, realmente, tampar os buracos , SEM corrigir os desvios nos deixará SEM  patrimônio e SEM recursos para as reais prioridades.

O lema do Exército Brasileiro (que o atual Presidente apropriou - se em sua campanha ) tem que ser o nosso moto . 

O moto de TODOS os brasileiros :

" BRASIL ACIMA DE TUDO!!!!"

Até a próxima