TJMS - novembro
Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
COLUNA

Tiro Livre

Vinícius Squinelo

Bolsonaro não resolve nem PSL, mas jura resolver situação do Brasil

19 outubro 2019 - 10h52

Pouco interessa se o PSL ‘fez’ Jair Bolsonaro ou o atual presidente é a base do PSL. O que interessa é que mesmo com todo o poder presidencial na mão, Bolsonaro não consegue apaziguar nem mesmo o partido por qual foi eleito.

E claro, no meio de uma crise com o próprio partido, novamente o presidente tenta dar uma ajudinha para a própria prole, mas se deu mal na hora de tentar indicar Eduardo Bolsonaro como líder do PSL na Câmara dos Deputados. Eduardo também ainda só tem a Embaixada dos Estados Unidos nas mãos só nos sonhos, já que não passou ainda pelo crivo parlamentar.

Enquanto isso as tais reformas básicas do guru Paulo Guedes seguem paradas. Previdência ficou para 2020. As outras, como a tributária, nem em pauta estão ainda. A política, com certeza a mais essencial de todas, ainda não passa de uma lenda distante.

E assim caminha para o fim o primeiro ano do homem que prometeu ‘resolver isso que ta aí’ no Brasil. Um ano que termina sem o mito resolver nem mesmo o próprio partido.

Uma situação mitológica mesmo.

Foto de capa: Wesley Ortiz