Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
COLUNA

Tiro Livre

Vinícius Squinelo

De longe, Folha coloca Beto Pereira como ameaça na Prefeitura e mostra ignorância

Deputado não passa de pequenos índices em pesquisas recentes

03 janeiro 2020 - 08h26

De longe, a Folha de S. Paulo comete uma série de erros ao tratar a disputa pela prefeitura de Campo Grande neste ano. Ao falar do acordo entre PSDB e PSD, chega ao cúmulo de afirmar que Marquinhos Trad sequer fala em reeleição. Se por aqui passasse alguns dias, já teria ouvido isso do próprio prefeito.

Ainda coloca o nome de Beto Pereira como forte candidato. O tucano, porém, não cresce nas pesquisas e sequer chega a marcar 5% nos levantamentos do Itop (Instituto TopMídia de Pesquisas) e mesmo assim foi ouvido. Diferentemente da correligionária Rose Modesto, que tem intenções de voto bem maiores, mas não tem uma palavra no material paulista.

Sobre o risco do rompimento de acordo entre Reinaldo Azambuja e Marquinhos Trad, há realmente uma pressão nacional por lançamento de candidatura tucana própria na cidade. O governador já falou, porém, que pretende honrar sua palavra com o prefeito.

No fim, vai que lança Beto mesmo como boi de piranha e o PSDB faz o velho e bom ‘apoio por fora’. Assim não desagrada os tucanos paulistas, engomadinhos que pouco conhecem de rua...