TJMS - novembro
Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
COLUNA

Top Pipoca com Pedroka

Pedro Martinez

Wild Rose: sonho country...

Nasce uma estrela country

22 outubro 2019 - 08h34

Uma nova conversa sobre um "Nasce Uma Estrela" inspirando discípulos se inicia aqui e agora, leitores(as)!

Em Wild Rose descobri que Jessie Buckley é uma supernova estrela; um talento para se agarrar e assistir enquanto ela sobe na estratosfera cinematográfica. Ela, que é atriz e cantora irlandesa, foi a única surpresa boa na bizarra história de amor negra do ano passado, Beast, vista por um número pequeno de pessoas. Mas você se lembrará dela como parte do drama da HBO Chernobyl - Buckley interpreta a esposa grávida de um dos bombeiros.

Nessa nova epopéia ao sucesso tudo mira em Buckley e esse conto de sonhos musicais e realidades da classe trabalhadora é o veículo perfeito para ela mostrar suas habilidades.

Rose-Lynn Harlan é uma desajustada de Glasgow que não quer nada além de ser uma cantora de música country em Nashville. E como se esse caminho não fosse suficientemente complicado, ainda é mãe de dois filhos, ex-presidiária com uma tornozeleira e passa os dias trabalhando como empregada doméstica. É uma história triste, digna de, bom, de uma música country.

A personagem de Jessie vestida com sua jaqueta de couro e botas brancas de caubói é um foguete cujo pavio curto está sempre aceso. Sua mãe (Julie Walters) está cansada de sua irresponsabilidade e da indiferença que mostra pelos filhos, e acha que é hora de desistir dos sonhos de estrelato da música country e crescer. Mas esse sonho é a única coisa que mantém Rose-Lynn viva.

Um dia, na casa espaçosa onde trabalha como diarista para um casal abastado, é flagrada cantando e assim impressiona Susannah (Sophie Okonedo), que decide apoiar sua carreira. A ricaça então faz uma festa de seus 50 anos e convida seus amigos ricos para ver Rose-Lynn em ação e, por sua vez, financiar seu sonho.

Embora tenha os fundamentos de um típico conto de música dos trapos à riqueza, Wild Rose é dirigido por Tom Harper a partir de um roteiro de Nicole Taylor que evita os clichês da estrada normalmente percorridos por esses filmes. Não é apenas o cenário de Glasgow que é implacável, é a performance de quebrar o coração de Buckley que estrita a adesão de sua personagem ao elos da música country antiga de três acordes e da verdade.

Wild Rose segue as mesmas diretrizes de luta pelo sucesso de Nasce Uma Estrela, porém quando Rose-Lynn encontra seu caminho para o palco no Ryman Auditorium de Nashville, o filme parece estar indo em uma direção triste e dura. Mas fique atento. Isso não é Nasce Uma Estrela, que levou vários atalhos para transformar Ally de Lady Gaga em uma sensação da noite para o dia. Wild Rose está cantando uma música diferente.

Só não se surpreenda quando ele ficar preso na sua cabeça.

5 pipocas!

Disponível para download via torrent no Lime Torrents.