Menu
sexta, 23 de outubro de 2020
CORONAVÍRUS

Aos 19 anos, jovem enviou mensagens aos amigos minutos antes de morrer de covid

O diagnóstico positivo da doença chegou quatro dias depois do óbito

21 setembro 2020 - 09h15Por Nathalia Pelzl

Paulo Henrique de Oliveira Silva, de 19 anos, conversou com os amigos pelo celular minutos antes de morrer por complicações da Covid-19, no dia 10 de setembro, em Jundiaí (SP).

O diagnóstico positivo da doença chegou quatro dias depois do óbito, conforme o G1. Ainda segundo o site, o corpo de Paulo Henrique foi enterrado no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Montenegro, no dia 11, também na cidade.

Em entrevista ao G1 nesta segunda-feira (21), um dos amigos de Paulo Henrique, Vinicius dos Santos Silva, de 20 anos, contou que estava conversando com o jovem no dia da morte e estranhou o fato de não receber resposta.

"No dia mesmo, eu só troquei uma ideia com ele pelo celular e ele parou de responder por volta de 14h50 e também não mandei mais mensagem. Quando eu soube, quase desmaiei na rua. Até hoje a ficha não caiu ainda", relata Vinícius.

O estudante Wesley Soares Santos, de 17 anos, também relatou ao site  que conversou com Paulo Henrique um dia antes da morte dele. Wesley conta que achou estranho o amigo sumir nas redes sociais e o chamou.

"Ele sempre se preocupava comigo e tentava me levar para Jesus. Ele não foi só um amigo, foi meu irmão, foi um pai também, porque pensa em um menino que puxava a minha orelha ", comenta. "Lembrança boa não tenho uma não, tenho várias. A gente gostava muito de sinuca. Eu sempre pagava e sempre perdia (risos)”, complementa.