Menu
domingo, 09 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
CORONAVÍRUS

Decepção! MS recebe 82,5 mil doses de vacinas AstraZeneca, mas Capital fica sem Pfizer

Governo federal não mandou as mais de 7 mil doses da Pfizer, com isso ampliação da vacinação em Campo Grande pode ficar comprometida

03 maio 2021 - 09h30Por Rayani Santa Cruz

Mato Grosso do Sul recebeu, hoje (3), 82.500 doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Mas a decepção é em relação 7.020 doses da Pfizer, que não foram enviadas pelo governo federal. 

As doses seriam exclusivamente aplicadas nos grupos prioritários de Campo Grande. O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, divulgou, na semana passada, que por conta das melhores condições de armazenamento, a Pfizer seria utilizada somente na Capital, o que ampliaria o calendário de vacinação contra a covid-19. 

Sem as vacinas, a morosidade da vacinação continua e as pessoas que estavam na expectativa terão que aguardar ainda mais. 

Os imunizantes da AstraZeneca foram obtidos no âmbito do mecanismo Covax Facility, consórcio que conta com governos e fabricantes e é coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Eles serão distribuídos aos 79 municípios do Estado. 

Ontem, a remessa com 3,8 milhões de doses do imunizante chegou ao país e as caixas foram recebidas pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a representante da OMS no Brasil, Socorro Gross.

Em Mato Grosso do Sul, o secretário Geraldo Resende continua com a logística de força-tarefa para a rápida distribuição dos imunizantes aos municípios. 

No dia 29, chegou ao Brasil 1 milhão de doses da Pfizer, mas Mato Grosso do Sul ficou sem as doses, ao menos por enquanto.