TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
CORONAVÍRUS

Com 107% de lotação em leitos de UTI, MS ainda vive agonia e depende de outros estados

Taxa de contágio está alta e recomendação é que todos tomem cuidados redobrados

14 junho 2021 - 12h02Por Rayani Santa Cruz

Em live nesta segunda-feira (14), o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, disse que busca a abertura de 30 leitos de UTIs na Santa Casa, mas depende de uma empresa de Goiás que trará equipamentos para funcionar. Ocupação de leitos em Campo Grande chega a 107%. 

“Estamos trabalhando ao máximo para evitar que esses pacientes sejam transferidos a outros estados da federação”, disse o gestor que também argumenta sobre a superlotação nos hospitais do Estado.

Em Dourados o percentual de lotação é de 104%, já em Três Lagoas e Corumbá os leitos de UTI possuem 100% de ocupação. 

“Está acima dos leitos disponíveis para a nossa gente. Portanto, não temos vagas de UTI na rede pública do Estado. Centenas de pacientes com síndrome respiratória aguda e com covid-19 aguardam vagas”, disse o secretário.

Os cinco municípios mais afetados pela doença são Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Ponta Porã.

A taxa de contágio voltou a crescer com o percentual de 1,13, o que significa que a cada 100 pessoas contaminadas hoje, no dia seguinte o Estado pode ter 103 infectados.