Menu
terça, 29 de setembro de 2020
CORONAVÍRUS

Imbirussu e Lagoa lideram casos do coronavírus em Campo Grande

São mais de 110 mil registros de casos suspeitos

16 setembro 2020 - 15h00Por Nathalia Pelzl

Há quase seis meses de pandemia do coronavírus, Campo Grande precisou mudar hábitos e se readequar ao novo normal, que envolve o uso de máscara, álcool em gel e menos afeto. Neste período, a SESAU (Secretaria Municipal de Saúde) atendeu diversos moradores que apresentaram sintomas da doença.

Na região do Anhanduizinho, composta por bairros como Los Angeles, Iracy Coelho, Guanandi, Parque do Sol, Aero Rancho, por exemplo, 16.370 casos foram notificados das unidades públicas de saúde. Deste total, 3.906 pacientes testaram positivo para doença.  

Já na região Bandeira foram notificados 15.754 casos e 3,310 confirmados. Na região Central da cidade, a Sesau notificou 21.412 pacientes com sintomas, sendo 3.658 casos confirmados. 

Ainda conforme o balanço, na região do Imbirussu, que abrange bairros como Ana Maria do Couto, Zé Pereira e Serradinho, 19.113 casos notificados e 4.396 infectados.

Na região da Lagoa 12.395 notificados e 2.941 confirmados. Na região do Prosa, o número de casos foi maior e chegou a 18.073 casos notificados, dos quais, 4.396 testaram positivo para doença.

Por último a região do Segredo com 7.600 noticiados e 1.798 confirmados. Os dados competem até a data do dia 10 de setembro. Em contato com a Sesau foi informado que, não é possível precisar se realmente na região Central há um número maior de infectados, já que moradores de outros bairros e distrito rural podem ter consultado ali.