Menu
terça, 15 de junho de 2021
CORONAVÍRUS

G7 deve doar 1 bilhão de doses de vacinas a países mais pobres

Meta é ajudar a imunizar a todos até o fim de 2022

11 junho 2021 - 08h34Por Nathalia Pelzl

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, espera que o Grupo dos 7 (G7) aceite doar 1 bilhão de doses de vacinas contra covid-19 para países mais pobres durante a cúpula que começa nesta sexta-feira (11), ajudando a imunizar o mundo até o fim do ano que vem.  

As informações foram divulgadas pela Agência Brasil. 

A iniciativa de Boris e G7 foi logo após o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometer uma medida enérgica na batalha contra o novo coronavírus. 

Joe revelou uma doação de 500 milhões de doses da Pfizer.

Já Johnson afirmou que o Reino Unido doará pelo menos 100 milhões de imunizantes excedentes aos países mais pobres. 

Johnson já pediu que os líderes do G7 se comprometam com a vacinação do mundo todo até o fim de 2022, e o grupo deve prometer 1 bilhão de doses durante a cúpula de três dias no retiro litorâneo de Carbis Bay, na Inglaterra.

Alguns grupos criticaram o plano, classificando-o como uma gota em um oceano, e a Oxfam estima que quase 4 bilhões de pessoas vão depender do consórcio Covax para ter acesso às vacinas. O programa distribui doses de vacinas contra a covid-19 para países de média e baixa renda.