Menu
segunda, 23 de novembro de 2020
CORONAVÍRUS

MS depende de ‘boa vontade’ do ministério da saúde para adquirir vacinas contra a covid-19

Ministério da saúde voltou atrás de decisão de comprar 46 milhões de doses após pito de Bolsonaro

25 outubro 2020 - 07h00Por Rayani Santa Cruz

A Secretaria Estadual de Saúde não poderá adquirir doses da vacina contra a covid-19 por conta própria e Mato Grosso do Sul voltou a estaca zero em relação a imunização da população.

“A secretaria de estado de saúde em reunião com o ministério da saúde manifestou que é dever do ministério da saúde a aquisição de doses da vacina através do programa nacional de imunização”, diz a nota da SES.

Para a Secretaria Estadual de Saúde de MS as compras é dever do ministério da saúde. 

Porém, após reunião com o Fórum de Governadores ao início da semana, o ministério da saúde voltou atrás da decisão de comprar 46 milhões de doses da vacina CoronaVac desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan em São Paulo. O que motivou foi acusação de traição do presidente Jair Bolsonaro, que se negou na fala dele “a comprar vacinas chinesas”. 

Pelo jeito a aquisição de vacinas pelo ministério da saúde vai ser demorada por conta de desacertos entre o presidente, ministro, brigas políticas e ideológicas.