Menu
quinta, 28 de janeiro de 2021
CORONAVÍRUS

Ocupação de leitos volta a cair em Campo Grande, mas número ainda preocupa

Ainda assim, a SES vem reforçando o pedido do cumprimento das medidas de biossegurança, como uso de máscaras e distanciamento social

14 janeiro 2021 - 12h30Por Nathalia Pelzl

Atualmente, Campo Grande é o município de Mato Grosso do Sul que mais registra novos casos da covid-19 e também o maior número de mortes diariamente. 

Além disso, a Cidade Morena já chegou a apresentar 100% de ocupação dos leitos, no entanto, conforme balanço da Secretaria de Estado de Saúde, desta quinta-feira (14), a Capital está com a taxa de ocupação de leitos de UTI públicos global de 87%. 

Isso significa que, dos 297 leitos, 46% são de pacientes que estão infectados pela covid, 8% suspeitos e 33% não covid. 

Depois de Campo Grande, 74% dos leitos de Dourados estão ocupados, 75% em Corumbá e 68% em Três Lagoas.

Ainda assim, a SES vem reforçando o pedido do cumprimento das medidas de biossegurança, como uso de máscaras e distanciamento social. 

Nas últimas horas, 16 mortes foram registradas e mais de 1 novos casos da doença em Mato Grosso do Sul.