(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Canal público francês mostrará cultura do Brasil antes e depois da Copa

31 JAN 2014
Uol
17h49min
(Foto: Divulgação)

O canal público "France Ô" focará o Brasil de maneira especial a partir do dia 24 de fevereiro para celebrar de forma alternativa e cultural a Copa do Mundo, informou nesta sexta-feira à Agência Efe o diretor de programação da emissora, Gilles Camouilly.


Viver ao vivo o Carnaval de 2014 na companhia de Cathy Guetta, esposa do DJ David Guetta; descobrir a arte urbana do país e, claro, "Os Segredos da Seleção" e de seus míticos jogadores, serão algumas das propostas do canal, muitas delas inéditas.


A grade televisiva permitirá também escutar o cantor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil; reviver o monumental "Orfeu Negro" de Marcel Camus; descobrir "as receitas do milagre" econômico brasileiro; e ver como nasce "a frágil esperança do futebol nas ruas do Rio" ou a violência na cidade de São Paulo.


O "France Ô" oferecerá, além disso, "uma antologia da música brasileira"; mostrará o lugar que ocupam as artes marciais e os esportes ancestrais no Brasil atual; e captará a viagem de uma família na busca de soluções para proteger a natureza.


O conjunto inclui uma coleção de "joias", de breves curtas-metragens de dois ou três minutos, que serão exibidos várias vezes ao dia e que "darão uma tonalidade à emissora" durante todo o evento, destacou Camouilly.


Não terão comentários, simplesmente mostrarão cenas da vida cotidiana no Brasil, em suas praias, suas favelas, junto a seus campos de futebol, através da bola, e o entorno de Rio em particular, acrescentou o diretor.


O "embarque imediato com destino ao Brasil" terá seu "aperitivo" em 24 de fevereiro, com o início da transmissão da popular novela "Avenida Brasil", mas se concentrará antes de tudo entre 27 de maio e 8 de julho, ao ritmo de pelo menos um programa semanal dedicado ao Brasil, detalhou Camouilly.


Além disso, de 31 de maio a 6 de junho, justo antes da Copa, que acontece entre 12 de junho e 13 de julho, o canal intensificará sua programação brasileira para oferecer a cada noite um programa sobre algum de seus temas.


O objetivo é estar presente e celebrar de outra maneira, com outros meios e desafios marcadamente culturais, o Mundial de Futebol, do qual "não temos os direitos de transmissão", comentou o diretor de programação.


A grade "será voluntariamente muito eclética" para refletir "todas as culturas brasileiras" e falar de futebol, certamente, mas também de música, de documentários e de ficção, de séries originais e da proximidade com a Guiana Francesa, comentou.


Criado em 2005, o "France Ô" é hoje um canal de televisão generalista que tenta "seduzir o público francês em sua globalidade", explicou Camouilly.


O diretor lembrou que a atual linha editorial do "France Ô", que aspira trazer as riquezas do exterior para apresentá-la ao público francês e "aproveitar a energia procedente de ultramar na construção de um discurso de abertura ao mundo" foi lançada em setembro de 2011.

Veja também