(67) 99826-0686
Camara - marco

Grupo "Embrujos de España" comemora 25 anos de grupo no palco

Dança

23 OUT 2013
Da redação
14h30min
Foto: Divulgação

Saias, babados, sapateado. O ritmo guiado pelas palmas e pelo cântico espanhol. Olhos que acompanham os passos e posição das mãos. Flores no cabelo, vermelho nos lábios, expressão no rosto e dança flamenca na alma. E este é só o ensaio para o espetáculo “Embrujos de España 25 anos”, em comemoração ao aniversário da companhia que carrega os feitiços da Espanha em Mato Grosso do Sul.

Ao todo, 42 pessoas, entre bailarinos e músicos vão mostrar os encantos e a alegria de sapatear, bailar, sentir e expressar o corpo e a alma. O elenco tem que já foi, quem sempre esteve e quem entrou há pouco, mas já faz a história. As apresentações serão nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, às 21h, no Teatro Glauce Rocha.

O espetáculo, além de comemorar os 25 anos do grupo, marca os últimos meses de formação. Com incentivo do Fundo de Cultura, bailarinos de fora vieram profissionalizar ainda mais o vermelho que se apresenta nos salões sul-mato-grossenses. A diretora artística do Embrujos e bisneta de espanhóis, Maria Helena Pettengill, explica que a apresentação está focada no que ela mais se preocupa. Na formação da dança Flamenca para as próximas gerações.


Entre os artistas convidados estão Anderson Alves, Jeferson de Lima, Miska Thomé e Fabio Faria. Em 25 anos de dedicação à dança e ao grupo, Maria Helena não tem outra definição se não dizer “minha vida desenvolveu em torno disto, da linguagem e da cultura espanhola”. Serão 18 quadros compondo 1h30 de show, entre danças e também apresentação de vídeos e fotos da carreira nos palcos.


Os ingressos para o espetáculo devem ser trocados na AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) por 2 quilos de alimentos não perecíveis (com exceção do sal). A dança flamenca é uma arte popular que surgiu no século XVI, na Espanha. Reconhecida em todo o mundo pelo ritmo marcado pelo sapateado e pela força de expressão em cada gesto, aqui em Campo Grande, é dada a ela a continuidade pelo grupo Embrujos de España, criado em 1988 pelo Centro Beneficente Espanhol.


Formado por membros da colônia espanhola, Embrujos sempre teve a missão nas palmas das mãos, de viva as tradições populares espanholas através da dança. A primeira coreografia do grupo, foi montada pela bailarina argentina “La Morita”, que batizou o grupo com o nome “Embrujos de España” que significa “feitiço de Espanha”.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Veja também