Menu
domingo, 29 de novembro de 2020
Cultura

Grupo "Embrujos de España" comemora 25 anos de grupo no palco

Dança

23 outubro 2013 - 14h30Por Da redação

Saias, babados, sapateado. O ritmo guiado pelas palmas e pelo cântico espanhol. Olhos que acompanham os passos e posição das mãos. Flores no cabelo, vermelho nos lábios, expressão no rosto e dança flamenca na alma. E este é só o ensaio para o espetáculo “Embrujos de España 25 anos”, em comemoração ao aniversário da companhia que carrega os feitiços da Espanha em Mato Grosso do Sul.

Ao todo, 42 pessoas, entre bailarinos e músicos vão mostrar os encantos e a alegria de sapatear, bailar, sentir e expressar o corpo e a alma. O elenco tem que já foi, quem sempre esteve e quem entrou há pouco, mas já faz a história. As apresentações serão nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, às 21h, no Teatro Glauce Rocha.

O espetáculo, além de comemorar os 25 anos do grupo, marca os últimos meses de formação. Com incentivo do Fundo de Cultura, bailarinos de fora vieram profissionalizar ainda mais o vermelho que se apresenta nos salões sul-mato-grossenses. A diretora artística do Embrujos e bisneta de espanhóis, Maria Helena Pettengill, explica que a apresentação está focada no que ela mais se preocupa. Na formação da dança Flamenca para as próximas gerações.


Entre os artistas convidados estão Anderson Alves, Jeferson de Lima, Miska Thomé e Fabio Faria. Em 25 anos de dedicação à dança e ao grupo, Maria Helena não tem outra definição se não dizer “minha vida desenvolveu em torno disto, da linguagem e da cultura espanhola”. Serão 18 quadros compondo 1h30 de show, entre danças e também apresentação de vídeos e fotos da carreira nos palcos.


Os ingressos para o espetáculo devem ser trocados na AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) por 2 quilos de alimentos não perecíveis (com exceção do sal). A dança flamenca é uma arte popular que surgiu no século XVI, na Espanha. Reconhecida em todo o mundo pelo ritmo marcado pelo sapateado e pela força de expressão em cada gesto, aqui em Campo Grande, é dada a ela a continuidade pelo grupo Embrujos de España, criado em 1988 pelo Centro Beneficente Espanhol.


Formado por membros da colônia espanhola, Embrujos sempre teve a missão nas palmas das mãos, de viva as tradições populares espanholas através da dança. A primeira coreografia do grupo, foi montada pela bailarina argentina “La Morita”, que batizou o grupo com o nome “Embrujos de España” que significa “feitiço de Espanha”.

 

Leia Também

Chuva cai depois de 'calorão', mas mal molha o chão no Los Angeles
Cidade Morena
Chuva cai depois de 'calorão', mas mal molha o chão no Los Angeles
Sem sinalização específica, atropelamento de animais silvestres vira rotina no Parque dos Poderes
Cidade Morena
Sem sinalização específica, atropelamento de animais silvestres vira rotina no Parque dos Poderes
Família de empresário que matou dois foi surpreendida em meio a churrasco na Chácara das Mansões
Cidade Morena
Família de empresário que matou dois foi surpreendida em meio a churrasco na Chácara das Mansões
Apesar de alta nos casos de covid, cariocas lotam praias no domingo de eleição
Geral
Apesar de alta nos casos de covid, cariocas lotam praias no domingo de eleição