Menu
quinta, 29 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cultura

Jornalista da UEMS é premiada em concurso de fotografia em Dourados

Concurso teve como tema 'Dourados e sua Força de Trabalho'

20 dezembro 2016 - 19h17Por Noticias.MS
Jornalista da UEMS é premiada em concurso de fotografia em Dourados

A jornalista Eduarda Fernandes da Rosa, colaboradora da Assessoria de Comunicação Social da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e do Projeto Mídia e Ciência, foi uma das vencedoras do XIX Concurso de Fotografia da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced). A premiação foi na noite de sexta-feira (16).

Neste ano o concurso teve como tema “Dourados e sua Força de Trabalho” e contou com 135 fotos inscritas. Eduarda levou o prêmio de 2º lugar com a fotografia intitulada como “Colhendo Vida”.

“Decidi mostrar a força do trabalho no campo e escolhi como personagem uma mulher para retratar ali, também, a força do trabalho da mulher. Fui presenteada com um pôr do sol que possibilitou dar mais significados a fotografia”, explicou a jornalista.

A profissional foi premiada com um cheque de R$ 1,5 mil. Os outros ganhadores do concurso receberam prêmios que somam R$ 5 mil. “Estou muito feliz por esta conquista. Este é um estímulo para que eu possa me aperfeiçoar mais nesta área, que já é um instrumento de trabalho dentro do jornalismo”, comentou Eduarda.

Também foram premiados, na categoria Câmera Fotográfica, os fotógrafos José Aparecido Frota (1º lugar) e Paulo Yuji Takarada (3º lugar). Já na categoria Telefone Celular, o ganhador foi o fotógrafo Franz Maciel Mendes.

Além das quatro vencedoras do concurso, outras oito fotografias inscritas foram selecionadas pela Comissão Julgadora para estampar o Calendário da Aced de 2017.

Leia Também

Trio de encapuzados sequestra homem após tiroteio em Ponta Porã
Interior
Trio de encapuzados sequestra homem após tiroteio em Ponta Porã
Pacientes do interior ocupam UPAs de Campo Grande enquanto aguardam vaga em hospitais
Cidade Morena
Pacientes do interior ocupam UPAs de Campo Grande enquanto aguardam vaga em hospitais
Pais se revoltam com retorno presencial obrigatório na rede estadual de ensino em MS
Cidades
Pais se revoltam com retorno presencial obrigatório na rede estadual de ensino em MS
Tá caro né? Preço do corte da carne varia até 189% em Campo Grande
Cidade Morena
Tá caro né? Preço do corte da carne varia até 189% em Campo Grande