(67) 99826-0686
Camara Maio

Livro mais caro do mundo é vendido por R$ 32,6 milhões

Preciosidade

18 DEZ 2013
BBC Brasil
14h15min
O 'Bay Psalm Book' é visto como símbolo da identidade dos Estados Unidos. Foto: Reprodução.

O "Livro de Salmos da Baía", em tradução livre, é de 1640. Trata-se do primeiro livro a ser impresso em território americano. A preciosidade foi arrematada pelo banqueiro e bilionário americano David Rubenstein. Ele está na Austrália e fez os lances por telefone.

Apesar do recorde, o valor ficou aquém das expectativas. A casa de leilões Sotheby's estimava que o valor mínimo seria de US$ 15 milhões (aproximadamente R$ 34,4 milhões). Especialistas apostavam, no entanto, que o livro pudesse atingir até US$ 32 milhões (R$ 73 milhões).

Hoje só se conhece a existência de 11 cópias do livro. Duas delas pertencem à Old South Church, de Boston, que decidiu vender uma das edições.

O recorde anterior, certificado pelo Guinness World Records, pertencia a uma cópia rara do Birds of America ("Aves da América", em tradução livre), de John James Audubon. Publicado pela primeira vez entre 1827 e 1838, o livro teve uma de suas cópias vendidas por US$ 11,5 milhões (R$ 26,4 milhões) há três anos.

Em 1947, uma cópia do Bay Psalm Book também foi leiloada por valor recorde, US$ 151 mil (aproximadamente R$ 344 mil). O leilão superou os valores pagos por uma Bíblia do Antigo Testamento de Gutenberg e por um First Folio (a primeira coleção das peças teatrais de Shakespeare).

Veja também