Menu
sexta, 25 de setembro de 2020
Cultura

Amigos fazem homenagens para sanfoneiro Dino Rocha nas redes sociais

O músico morreu na noite de ontem, após 27 dias internado no Hospital Regional

18 fevereiro 2019 - 13h15Por Dany Nascimento

Artistas de Campo Grande, políticos, amigos e familiares utilizam as redes sociais para prestar as últimas homenagens ao sanfoneiro Dino Rocha, que morreu na noite de ontem (17), após ficar 27 dias internado no Hospital Regional em Campo Grande. O músico foi internado com complicações de diabetes e também sofria de problemas respiratórios e pressão alta.

Dino é considerado um ícone do chamamé.  O cantor Guga Borba, que segue carreira solo e também participa do duo Filhos dos Livres, disse que Dino era o Rei do Chamamé. “Descanse em Paz mestre Dino Rocha! Rei do Chamamé! #ripdinorocha”.

“Hoje a Música Sul-mato-grossense amanheceu mais triste. A sanfona mais Linda que eu já ouvi na vida foi morar com Deus. Meu querido amigo Dino Rocha cumpriu sua missão nesta Terra e foi morar com Deus. Mas a sua Música vai fazer você eternamente presente no meio de nós. Voa, Gaivota Pantaneira, vai deixar muitas saudades”, publicou o músico Zé Pretinho.

Comandado pela cantora Bruna campos, o grupo Derrama destacou os longos anos de carreira do chamamezeiro. “Grande Dino Rocha. Mais de 40 anos de história no chamamé e na música sul-mato-grossense. Você pode procurar por sua história e importância na música brasileira nos sites de internet, porque uma legenda jamais será suficiente para descrever um artista de tamanha grandeza. Voe, gaivota pantaneira. #dinorochaeterno”, escreveu integrantes do grupo Derrama.

A cantora Patrícia, da dupla Patrícia e Adriana, publicou o talento ímpar do sanfoneiro. “Um talento ímpar, reconhecido nacionalmente como um dos maiores de todos os tempos. Fica aqui meus sentimentos a família e amigos”.

O prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD) disse que Dino honrou Mato Grosso do Sul com sua trajetória. “Recebi a notícia da morte de Dino Rocha com muita tristeza. Com uma carreira memorável, o sul-mato-grossense, natural de Juti, foi um dos maiores instrumentistas do Brasil, honrando nosso Estado com seu talento e emoção. Que Deus conforte a família neste momento de dor, com a certeza de que sua obra o manterá vivo em nossos corações”, escreveu o prefeito.

O velório do músico começa a partir das 12 horas desta segunda-feira (18), no cemitério Memorial Park no bairro Universitário. O sepultamento está previsto para às 9h desta terça-feira (19).

Leia Também

Resultado negativo da Covid-19 faz Julia chorar de alívio e matar a saudade da 'vó mãe'
Cidade Morena
Resultado negativo da Covid-19 faz Julia chorar de alívio e matar a saudade da 'vó mãe'
Reme ainda não tem prazo para retorno das aulas presenciais
Cidade Morena
Reme ainda não tem prazo para retorno das aulas presenciais
Caminhoneiro morre ao capotar veículo na serra de Maracaju
Interior
Caminhoneiro morre ao capotar veículo na serra de Maracaju
Prefeitura libera apresentações de artistas de fora e festas em condomínios
Cidade Morena
Prefeitura libera apresentações de artistas de fora e festas em condomínios