Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Cultura

Nova edição do Espaço da Poesia acontece hoje na Capital

Cultura

22 novembro 2013 - 10h48Por Redação

O terraço do Memorial da Cultura e da Cidadania juntamente com a Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul realiza nesta sexta (22), a partir das 19 horas, uma nova edição do Espaço da Poesia celebrando o mês da Consciência Negra com apresentações musicais, declamações e capoeira. 

 

O Espaço da Poesia será aberto com o lançamento do livro “Sonho e pó”, do poeta Ismael Machado – sob pseudônimo de William Whitman. Terceira publicação da carreira do autor, o livro foi escrito em partes durante passagens por doze países e é dedicado à humanidade. Amante da literatura, Ismael Machado escreve utilizando-se de estilos poéticos como grafismos (poemas-frase), poemetos, poemas e prosa poética. “Sonho e pó foi uma escrita adorável, talvez porque tive de estudar muito para escrevê-lo, ler grandes poetas como William Shakespeare, Blake e Walt Whitman; além de ter viajado um tanto para conhecer outras culturas. Um trabalho de quase sete anos, cujas folhas do tempo são dedicadas, enfim, à humanidade”.

 

Elza Doria realizará no Espaço da Poesia a doação de 80 volumes do livro Retratos de uma Época – os Mendes Gonçalves & a Cia. Matte Larangeira, obra escrita por Luiz Alfredo Marques Magalhães. Os livros – que serão distribuídos às bibliotecas municipais de todo o Mato Grosso do Sul – abrange desde as origens da empresa até os dias atuais. Fartamente documentada, a obra é repleta de fotografias de época e com textos que esclarecem cronologicamente a rica trajetória da maior companhia ervateira do mundo.

 

O Coral da Fundação de Cultura se apresenta em seguida com clássicos da música nacional e sul-mato-grossense. O grupo tem como objetivo incentivar servidores e membros da comunidade à prática do canto coral e também representa um meio de socialização. Conta com 35 coralistas entre servidores da FCMS e comunidade em geral. Tem como regente o maestro Orion Cruz e na coordenação a servidora Isolina Saraiva Nantes.

 

O grupo Ilê-Camaleão, liderado pelo Mestre Liminha (Antonio Lima), apresenta aos participantes do Espaço da Poesia um pouco da arte da capoeira, que com o decorrer dos anos deixou de ser apenas uma luta e se transformou em um conceito cultural que empolga tanto brasileiros e estrangeiros. O grupo existe desde 1990 e é um dos representantes de Mato Grosso do Sul nos encontros nacionais de capoeira, apresentando sempre sua arte de gingar e cantar ladainhas.

 

O “Curso Arte de Dizer Castro Alves”, dirigido pela poetisa e professora Elizabeth Fonseca, apresenta em seguida declamações de diversas inspirações e autores. O grupo realiza recitais de poesias com seus alunos todos os anos, além de apresentações em escolas, eventos culturais e no Espaço da Poesia. As poetisas Judite Francisca e Dalva Margarida Anacleto declamarão obras inspiradas na cultura negra; Dalva declamará “Raízes”, de Agenor Martinho Correa e Judite interpretará a poesia “Ao Rei Zumbi”, de Geraldo Ramon Pereira.

 

O Espaço da Poesia contará ainda com três apresentações musicais. O músico Nego Jhow (Daniel Araújo) abre a sequência seguido pelo bloco Afoxé Ilê Omo Aiye, fundado em fevereiro de 2012 com o objetivo de promover a interação das diversas manifestações religiosas, culturais e sociais da cultura negra em Mato Grosso do Sul.

 

O grupo Zum De Besouro, formado em 2012 por Adriano San ao violão e voz e Luiz Carlos Santana na percussão e voz, a dupla encerra a noite com músicas autorais com diversos ritmos e temáticas. Influenciados pela Música Popular Brasileira de todos os tempos, o grupo busca em suas fontes as melodias, harmonias e poesias com a intenção de incrementar suas composições com pitadas regionais, em temas como o amor, a saudade, a nostalgia e a esperança.

 

Serviço

O Espaço da Poesia acontece nesta sexta (22 de novembro), a partir das 19 horas. A entrada é franca. O Memorial da Cultura fica na avenida Fernando Correa da Costa, 559, no Centro.

Leia Também

Dono do histórico bordão 'alô você', Fernando Vanucci morre aos 69 anos em SP
Geral
Dono do histórico bordão 'alô você', Fernando Vanucci morre aos 69 anos em SP
Carro usado para tratamento de criança com microcefalia é furtado e mãe pede ajuda para encontrar
Cidade Morena
Carro usado para tratamento de criança com microcefalia é furtado e mãe pede ajuda para encontrar
Família desconhecia 'namoro' e quer justiça por chargista assassinado por massagista
Cidade Morena
Família desconhecia 'namoro' e quer justiça por chargista assassinado por massagista
Prefeitura inicia pavimentação de via que liga Rita Vieira à Três Barras
Cidade Morena
Prefeitura inicia pavimentação de via que liga Rita Vieira à Três Barras