ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686

Simpósio discute a produção cultural em tempos de crise

A entrada é franca e a classificação livre

9 DEZ 2016
Diana Christie
14h07min
Foto: Divulgação

A Companhia Teatral Fulano de Tal vai promover, nesta sexta-feira (9), a partir das 19h, o simpósio “Resiliência Artística – a produção cultural em tempos de crise”.

O objetivo é discutir com os representantes de grupos culturais de Campo Grande, formados pelo teatro, dança, circo, música, cinema e moda, "a produção cultural em tempos de crise, que mesmo sem incentivos de editais municipais, estaduais, federais ou até mesmo da iniciativa privada, continua realizando seus trabalhos de levar ao público arte, cultura e entretenimento".

Neste encontro, aberto ao público, estarão presentes artistas de várias áreas: Marcelo Leite (Teatro), Eduardo Romero (Teatro), Gabriela Salvador (UEMS), Thathy D Meo (Teatro e Circo), Edson Clair (Dança), Karina Marques (Música), Helton Pérez (Cinema), Fernanda Kunzler (Teatro), Beth Terras (Teatro), Leandro Faria (Teatro) e Lúcia Lemos (Moda). A mediação ficará por conta do Arte-Educador, Diretor, Produtor Cultural e Ator Manolo Schittcowisck.

Segundo a assessoria do evento, “será uma bela oportunidade para a troca de experiências através dos relatos dos convidados, que muito podem contribuir para a continuidade do fazer teatral em nossa cidade e região, mesmo em tempos difíceis”.

A companhia ainda vai realizar a III Mostra de Teatro, entre 09 e 18 de dezembro. Conforme a assessoria, o principal objetivo é “a constante apresentação dos espetáculos do repertório do grupo”. “Por consequência visamos a formação de plateia, através de espetáculos de teatro, circo e dança, além de filme, moda e gastronomia para o público em geral e com linguagens artísticas bem diversificadas, promovendo assim debates e reflexões sobre as artes cênicas”.

Confira a programação:

Serviço:

Simpósio “Resiliência Artística – a produção cultural em tempos de crise”, 09/12 (sexta-feira), às 19h, no TgR – Teatral Grupo de Risco – Rua José Antônio, 2.170 – Centro. Entrada Franca. Classificação: Livre.

Veja também