Prof Rinaldo
(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08

TVE Cultura homenageia Delanira Pereira Gonçalves, a Delinha Rainha

Show da Terra Especial trouxe entrevista com música, memórias e opiniões da nossa Rainha do Rasqueado, mais conhecida como a cantora Delinha

13 JUN 2019
Assessoria
08h44min
Equipe do Show da Terra ao lado de Delinha e Velho Aposento, em homenagem especial à Rainha do Rasqueado Foto: Fertel

A TVE Cultura, por meio do programa Show da Terra, apresentado por Zé Trovão e com participação do diretor-presidente da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul), prestou homenagem a Delanira Pereira Gonçalves, um dos mais importantes nomes da música sul-mato-grossense. Mais conhecida como Delinha, a “Rainha” ou “Dama do Rasqueado” é também Embaixadora da Cultura de Campo Grande, e aos 82 anos segue na ativa, mantendo viva a chama do sertanejo de Mato Grosso do Sul.

Delinha foi protagonista de uma edição especial do Show da Terra, na qual cantou, lembrou de causos da carreira e falou sobre o papel que ocupa na música sul-mato-grossense, bem como deixou suas impressões sobre o momento atual do país e da nossa sociedade. A cantora soltou a voz tendo ao seu lado o Grupo Antigo Aposento –formado pelo filho, João Paulo, Nilsinho Chamamezeiro e Raphael Vital– e, ao final, foi coroada como a Rainha do Rasqueado.

“O programa é uma homenagem e reconhecimento à nossa eterna Delinha, que lembrou de causos como a dureza que passou pela vida para sobreviver ao lado do Délio, principalmente nos tempos de São Paulo, como o ‘Casal Onça’’, lembrou Bosco. “Quem em Mato Grosso do Sul, quando a vê, não reconhece como a nossa Delinha?”, prosseguiu.

Bosco entrevistou Delinha ao lado de Zé Trovão em um especial gravado em 16 de abril e que, agora, ganha as telas da TVE Cultura. “Em sua sinceridade, ela demonstra, sem constrangimentos, quando interpelada sobre sua trajetória, histórias únicas com um traço de doçura característico de quem sempre fez o que quis e não carrega amarguras de uma vida sem sentido. Ao contrário: a vida de Delinha teve muito sentido, sendo dona do próprio nariz em uma terra onde a mulher não tinha querer. É, até hoje, dona de seu destino”.

No especial, Bosco deixou seu reconhecimento em forma de poesia, na qual a comparou com a Garça Pantaneira, ave que “reluz no corixo”. Na entrevista, viu a cantora relembrar da carreira e deixar, com lucidez, suas impressões sobre o momento atual da sociedade: tratou da liberação do porte de armas –tema em discussão nacional–, sobre a qual se mostrou receosa, bem como deixou seus pitacos para a geração atual, atrelada a celulares e redes sociais e que, na sua visão, tem deixado de lado uma convivência mais saudável entre si e a sociedade.

Ao final do especial, Delinha ainda foi coroada em estúdio como a Rainha do Rasqueado, meio encontrado pela produção do Show da Terra para destacar sua importância na musicalidade regional, celebrada até hoje pelos apaixonados pelo sertanejo raiz, pelos costumes e belezas da terra

Veja também