Menu
domingo, 25 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cultura

Vila Carvalho é a campeã e Unidos do São Francisco terá 30% a menos de verba em 2020

A vice-campeã é a Deixa Falar, com 258,8, apenas meio ponto de diferença. Em terceiro ficou a Igrejinha, com 256 pontos

07 março 2019 - 08h31Por Da redação/Assessoria

A Escola de Samba Unidos da Vila Carvalho é a campeã do desfile oficial das Escolas de Samba do Carnaval 2019 em Campo Grande este ano, com 259,3 pontos. A vice-campeã é a Deixa Falar, com 258,8, apenas meio ponto de diferença. Em terceiro ficou a Igrejinha, com 256 pontos.

A última colocada, entre as oito que desfilaram na Passarela do Samba nos dias 4 e 5 de março, é a Unidos do São Francisco, com 213,2 pontos. Pelo regulamento, ela terá 30% a menos na distribuição dos recursos oficiais para o Carnaval do ano que vem. E, caso continue em 8° lugar, terá 50% a menos em 2021, conforme anunciou Eduardo Neto, o presidente da Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande, a capital de Mato Grosso do Sul.

A decisão é resultado da soma de pontos dos 27 jurados, em apuração realizada na noite desta quarta-feira de cinzas, no Teatro de Arena do Horto Florestal. A premiação é apenas para as três primeiras colocadas e será feita nesta sexta-feira, dia 8, em local a ser definido hoje.

As ganhadoras recebem troféu e medalhas, além de simbólica quantia em dinheiro, cujos valores resultarão de consenso em reunião das escolas afiliadas a LIENCA. A Catedráticos do Samba é a 4ª escola classificada, com 242,8 pontos.

Houve empate no 5º lugar, entre as escolas Unidos do Cruzeiro e a Cinderela Tradição do José Abrão. Ambas conquistaram exatos 241,2 pontos. Conforme o regulamento, quando acontece o empate, há o sorteio de um dos 9 quesitos julgados e ganha a Escola que tiver maior pontuação no quesito sorteado.

No sorteio, valeu a nota do quesito Alegoria e Adereços, e a Unidos do Cruzeiro ganhou pela diferença de 1,9 ponto. A 7ª escola classificada é a Unidos do Aero Rancho, com 224,2 pontos. Na contagem geral, a pontuação do quesito evolução dos 10 jurados da torre três, não foi computada devido ao fato da plumagem do último carro alegórico da Igrejinha, ter esbarrado em fio de energia elétrica atravessado sobre a Passarela do Samba.

A Igrejinha foi a penúltima Escola a Desfilar e perdeu alguns minutos na sua evolução. O fio levava energia elétrica para a terceira torre de jurados e foi cortado para a última escola passar, exatamente a campeã, a Unidos da Vila Carvalho. Os jurados pontuaram com iluminação de emergência, mas a Igrejinha reclamou e todos os pontos foram invalidados para todas as escolas.

A Unidos da Vila Carvalho conquistou o título com samba de enredo alusivo aos seus 50 anos de existência. A vice-campeã, apresentou o samba de enredo “Simplesmente, Glorinha Sá Rosa”, em homenagem a professora Maria da Glória Sá Rosa. E a Igrejinha ficou em terceiro lugar com o samba de enredo em homenagem ao arquiteto Luís Pedro Scalise.

Leia Também

Repetitivo: Bolsonaro volta a atacar urnas eletrônicas e TSE
Política
Repetitivo: Bolsonaro volta a atacar urnas eletrônicas e TSE
Motociclista bêbado tenta fugir da PM, mas acaba preso em Campo Grande
Polícia
Motociclista bêbado tenta fugir da PM, mas acaba preso em Campo Grande
Mulher e animais de estimação foram salvos de incêndio no Carandá
Cidade Morena
Mulher e animais de estimação foram salvos de incêndio no Carandá
Campo Grande suspende vacinação neste domingo
Cidade Morena
Campo Grande suspende vacinação neste domingo