TJMS SETEMBRO e outubro
Menu
terça, 19 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
senar 18/10 a 21/10
Economia

Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro é privatizado por R$ 19 bilhões

Leilão

23 novembro 2013 - 08h15Por Valor Econômico

O consórcio liderado pela Odebrecht venceu ontem (22), o leilão do aeroporto carioca do Galeão pelo valor de R$ 19,018 bilhões, com ágio de 294%. Já o aeroporto mineiro de Cofins ficou com o consórcio liderado pela CCR, que ofereceu R$ 1,820 bilhão (ágio de 66%).


O valor que arrematou Galeão foi maior do que a oferta vencedora do leilão do aeroporto de Guarulhos, concedido em fevereiro do ano passado por R$ 16,2 bilhões. A Odebrecht fez a oferta ainda na primeira fase do leilão.


Já o aeroporto mineiro de Confins ficou com o consórcio liderado pela CCR, que ofereceu R$ 1,820 bilhão (ágio de 66%). O aeroporto de Confins foi bastante disputado no leilão viva-voz. Para levar a concessão, a CCR aumentou em 30% sua proposta original, que havia sido de R$ 1,4 bilhão na abertura dos envelopes.


O consórcio formado pela Carioca e pela GP e o grupo liderado pela Ecorodovias ofereceram os segundo e terceiro maiores lances, de R$ 14,5 bilhões e R$ 13,113 bilhões, respectivamente, e se qualificaram para a disputa no viva-voz. Entretanto, ambos os consórcios não quiseram cobrir a oferta da Odebrecht, que foi declarada a futura concessionária do Galeão no fim desta manhã.

 

Com o valor global do leilão, o governo arrecadou mais de R$ 20,8 bilhões, um ágio de 252%

Leia Também

Justiça marca audiência cinco anos após massacre em Caarapó
Interior
Justiça marca audiência cinco anos após massacre em Caarapó
Árvore caída em tempestade impede trânsito no Coophatrabalho
Campo Grande
Árvore caída em tempestade impede trânsito no Coophatrabalho
Extra entrega bandejas vazias de carne até produto ser pago no caixa
Geral
Extra entrega bandejas vazias de carne até produto ser pago no caixa
IBGE cancela seleção de agente censitário por fim de contrato com organizadora
Oportunidades
IBGE cancela seleção de agente censitário por fim de contrato com organizadora