(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Agendamento tenta evitar caos no escoamento da safra em Santos

Exportações

9 JAN 2014
Agência Estado
17h48min
Divulgação

O plano para a logística do escoamento da safra 2013/2014 no Porto de Santos será fundamentado basicamente no agendamento de caminhões que chegam à Baixada Santista. Todos os terminais portuários em Santos terão de integrar seus sistemas de agendamento de movimentação de caminhões com o da Companhia de Docas do Estado de São Paulo (Codesp) até o final de janeiro como forma de evitar um caos logístico no escoamento da safra 2013/2014.

 

O agendamento foi estipulado em abril do ano passado, quando foram comuns as filas de caminhões nas estradas à espera de descarregamento da carga no Porto de Santos. Atualmente, a maioria dos terminais já tem o seu sistema de agendamento integrado à Codesp. O prazo até 30 de janeiro busca adequar também pequenos terminais, que movimentam volume de grãos bem menor que as tradings tradicionais.

 

O sistema de agendamento foi regulamentado por portaria editada e abril e aperfeiçoado por outra portaria da Codesp, de número 136, publicada no dia 30 de dezembro de 2013. Entre as determinações, o documento exige que todos os caminhões de carga agrícola com destino ao Porto de Santos tenham agendamento e passem pelos pátios de apoio, que atualmente são dois, o Ecopatio e o Rodopark. A Codesp também vai definir cotas de recepção de caminhões para cada terminal de acordo com sua capacidade operacional.

 

As empresas que desobedecerem a determinação serão multadas e os caminhões terão de retornar aos pátios. 'Não pode um terminal no Porto atrapalhar o País', afirmou o secretário estadual de Logística e Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, durante entrevista coletiva. A obrigação de marcar horário para descarregar a carga de caminhões no Porto já está valendo desde o início do ano.

 

Fonte: Agência Estado

Veja também