(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Bolsa fecha em queda expressiva nesta sexta, enquanto dólar avança

Mercado responde ainda ao anúncio da Coreia do Norte sobre um teste nuclear

9 SET 2016
Jornal do Brasil
20h00min
Foto: Divulgação

O dólar fechou em alta de 1,85%, a R$ 3,2730, às 17h59, frente ao real nesta sexta-feira (9), em um movimento de valorização da moeda norte-americana frente a outras moedas, motivado pelas sinalizações do Fed e também com dados fracos de inflação da China. O mercado responde ainda ao anúncio da Coreia do Norte sobre um teste nuclear. 

Às 11h40, o dólar tinha alta de 1,93%, a R$ 3,2756.

Às 12h18, o dólar avançava 1,53%, vendido a R$ 3,2629.

Às 13h15, a moeda subia 1,58%, a R$ 3,2643.

Às 15h54, a moeda subia 1,77% a R$ 3,2704.

Índice bovespa recua

O principal índice da bolsa brasileira, por sua vez, fechou em queda expressiva de 3,71%, a 57,999 pontos, nesta sexta-feira (9), às 17h13, enquanto investidores seguem cautelosos com o cenário global, fatos como o novo teste nuclear da Coreia do Norte e dados fracos de inflação na China influenciam os mercados internacionais, o que repercute na bolsa brasileira. 

As notícias estariam levando os mercados a ajustarem posições, após frustração com a decisão do Banco Central Europeu de manter a política monetária estabilizada. Com isso, os preços do petróleo recuavam, e as bolsas europeias também operavam no vermelho.

Às 11h37, o Ibovespa registrava queda de 2,23%, aos 58.889 pontos.

Às 12h18, o índice caía 2,67%, aos 58.625 pontos. 

Às 13h15, o índice recuava 2,67%, aos 58.625 pontos.

Às 15h22, o índice recuava 3,34%, aos 58,216 pontos.

No mercado doméstico, os investidores vendem ações para realizar ganhos recentes, após o Ibovespa ter renovado na quinta-feira a pontuação máxima desde setembro de 2014. 

As ações da Cemig (queda de 7,83%), Siderúrgica Nacional (queda de 6,38%) e Cyrela (queda de 6,07%) puxam o recuo.

Veja também