(67) 99826-0686
Camara - marco

China quer financiar projetos no Brasil em troca de produtos nacionais

8 NOV 2013
Aline Oliveira
14h56min
Foto: Assis Moreira

Na última quinta-feira (7), o vice-presidente da república Michel Temer recebeu uma proposta do vice-presidente da China, Li Yuanchao que o país estaria disposto a financiar projetos bilionários no país, recebendo em troca produtos como pagamento. Esta estratégia já é adotada com a Venezuela e faz parte do plano dos chineses de assegurar acesso às commodities de que necessita.

 

O governo chinês confirmou que quer elevar o patamar das relações econômicas e comerciais com o Brasil. Para isso, sugeriu aproveitar o aniversário de 40 anos de reatamento das relações diplomáticas e dos 20 anos da parceria estratégica."Convidamos os chineses para investir no Brasil nessas coisas todas que estamos fazendo, e ele (o vice-presidente chinês) disse que os bancos chineses podem financiar e seriam ressarcidos com o produto financiado, como petróleo, gás e outros", disse Temer.

 

Na ocasião foi detalhado o modelo do Fundo de Investimento China-Venezuela, pelo qual já teria fornecido crédito de até US$ 32 bilhões ao país sul-americano em troca de petróleo. Outra disposição dos chineses é de financiar projetos no Brasil.

 

Segundo Temer, a proposta será levada a presidência da república, pois, o Brasil tem que investir muito no campo de Libra, já que a Petrobras ficou com o maior percentual do consórcio. Caso ocorra o fechamento de uma parceria, o Brasil pode receber o dinheiro e pagar em produtos, aplicando em outros setores da economia.

 

Valor: Econômico

Veja também