TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quinta, 30 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Economia

Codecom aprova instalação de cinco empresas na Capital

A reunião permite que os colegiados analisem o capital a ser investido, bem como o número de empregos que serão gerados

14 março 2017 - 12h15Por PMCG

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Codecom) analisou oito propostas e aprovou a instalação de cinco empresas na 125ª reunião extraordinária, realizada no auditório do Planurb nesta segunda-feira (13).

A reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Codecom) permite que os colegiados reflitam a pauta do dia e analisem o capital a ser investido, bem como o número de empregos que serão gerados com a abertura de novas empresas na Capital.

“Para uma empresa ter aprovação na mesa diretora deve estar com a documentação em dia e o programa de serviço pronto. Nós temos muitos conselheiros que vão a fundo e investigam as empresas que pretendem fazer parte do setor produtivo de nossa cidade”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Ciências e Tecnologia (Sedesc), Luiz Fernando Buianain.

O secretário de Planejamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto, destacou a discussão, que coloca na mesma pauta as ações de patrões e empregados.  “As duas partes têm voz nas reuniões do Codecom. Os problemas para abertura de novas empresas são expostos e todos os conselheiros escolhem o melhor para Campo Grande. Para a administração pública esse papel é  importante porque não é só ficar pensando em cortar gastos, mas também colaborar para a abertura de novas empresas, que geram recursos e rendas”, analisou.

O diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho de Campo Grande (Funsat), Cleiton Franco ressalta que abertura de novas empresas representa mais trabalho. “Nós do conselho queremos abertura de novas empresas para gerar mais trabalho. A decisão de abertura de uma nova empresa depende dos conselheiros e hoje o Codecom está bem representado e o resultado será favorável a todos”, concluiu. Os trabalhos serão retomados para análise de outras empresas na próxima terça-feira (21).