(67) 99826-0686
Origem - entregas

Crédito imobiliário bateu recorde de contratações em 2013

Financiamento habitacional

27 JAN 2014
Valor Econômico
17h53min
Divulgação

O fortalecimento nas contratações de crédito imobiliário nacional fecharam o ano (2013) em valor recorde, representando aumento de 26,4% com relação ao mesmo período de 2012. Em números reais, foram formalizados mais de 1,9 milhão de operações de financiamento, sendo grande parte sob o programa 'Minha Casa, Minha Vida'.

 

a Caixa Econômica Federal reforçou por meio de nota oficial que se o crédito imobiliário continuar a crescer como foi em 2013, o aumento para 2014 pode chegar de 10% a 20% maior que o ano anterior. Do montante aplicado no último ano, 65% foram destinados à aquisição de imóveis novos e 35% para imóveis usados.

 

No total, foram R$ 61,64 bilhões em aplicações com recursos da poupança (SBPE), R$ 41,22 bilhões pelas linhas que utilizam recursos do FGTS e R$ 20,47 bilhões com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Demais fontes somaram R$ 11,57 bilhões, de acordo com o banco.

 

Os financiamentos para aquisição ou construção de imóveis individuais corresponderam a R$ 79,12 bilhões e os financiamentos para a produção de imóveis atingiram R$ 55,83 bilhões. “O financiamento direto à produção vem apresentando crescimento significativo nos últimos anos, saindo de 14% do total do crédito imobiliário do banco em 2007 para 41% do total aplicado em 2013”, informou a Caixa.


O market share do banco era de 69% no fim de 2013. A Caixa acrescentou que a inadimplência dos financiamentos imobiliários manteve-se baixa, com índice de 1,47%, inferior ao índice de 1,54% do fechamento do primeiro semestre.

Veja também