TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Economia

Desempenho do ovo em novembro e nos 11 primeiros meses de 2015

03 dezembro 2015 - 14h29Por Avisite

O ovo terminou novembro como começou. Ou seja: com, praticamente a mesma cotação média. Nesse meio tempo, porém, experimentou boa valorização. A ponto de obter, no mês, preço médio 5,5% superior ao do mês anterior.

Já em relação ao mesmo mês do ano passado o incremento atingiu níveis excepcionais - +53,14%. O que, com certeza, vai fazer com que o ovo seja menção obrigatória nos relatórios de inflação de novembro.

Porém, o que precisa ficar claro, aqui, é que essa grande variação está sendo influenciada pela base extremamente baixa do ano passado.

Pois um ano atrás, em novembro, os preços alcançados pelo ovo estiveram entre os menores do ano. E deflacionados, corresponderam ao pior resultado para um mês de novembro em cinco anos, ou seja, desde 2010.

Ainda assim, é inegável que o desempenho registrado neste último novembro foi excepcional, visto que a remuneração média obtida no mês correspondeu, nominalmente, ao segundo maior valor mensal de 2015, sendo superada apenas pelos bons preços alcançados (como de hábito) no período de Quaresma.

Além disso, pelo segundo mês consecutivo, o ovo registra comportamento oposto ao de sua curva de preços sazonal.

Explicando: nos 14 anos anteriores decorridos entre 2001 e 2014 (a nossa “curva sazonal”) o preço médio do ovo em novembro alcançou valor equivalente a 98,7% do preço médio registrado nos 12 meses do ano anterior.

Quer dizer: a baixa em relação à média do ano anterior seria fato natural. Mas isso não ocorreu.

E, muito pelo contrário, em relação ao valor médio de 2014 (R$52,70/caixa para o ovo branco extra comercializado no atacado da cidade de São Paulo), o preço médio deste novembro (R$65,08/caixa) foi mais de 23% superior.

Como desempenho muito similar já havia sido observado em outubro, os onze primeiros meses de 2015 estão sendo completados com um valor médio (R$58,78/caixa) perto de 10% superior aos R$53,49/caixa de idêntico período de 2014.

Portanto, o (aparente) bom preço está próximo, mas aquém da inflação dos últimos 12 meses. E o que esperar de dezembro? Pela curva sazonal, no mês das Festas o preço do ovo tem ficado 10 pontos percentuais acima da média do ano anterior.

Porém, neste ano, no bimestre outubro-novembro, o preço alcançado ficou mais de 20 pontos percentuais acima da média de 2014. E nada impede que isso se repita também em dezembro.