TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Como assim? Prefeitura diz ter dinheiro em caixa, mas alega déficit fiscal

Dados são confusos durante a transição de Bernal para Marquinhos

22 NOV 2016
Airton Raes
07h00min
Foto: Airton Raes

Durante reunião oficial entre as equipes de transição do prefeito Alcides Bernal (PP) e do prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD) foi apresentada a situação real financeira da administração municipal. De acordo informações da equipe de transição da futura gestão, a prefeitura de Campo Grande está em déficit mensal de R$ 30 milhões, mas possui dinheiro em caixa. Porém, esse ainda não se sabe que esse dinheiro vai dar 'conta do recado'.

Marquinhos Trad informou que na reunião entre as equipes foram apresentados dados preliminares. “Nós fizemos um levantamento prévio. Minha vida é feita de desafios e qualquer que sejam eles tenho muita fé que vamos conseguir superar com uma equipe qualificada, com pessoas de competência em favor de Campo Grande”.

Pedro Pedrossian Neto, integrante da equipe de transição, afirmou que a reunião foi produtiva e que foi a primeira vez que tiveram acesso as informações financeiras e fiscais do executivo municipal. Também foi informado que a prefeitura de Campo Grande encerrou 2015 com R$ 216 milhões de déficit e que de acordo com a secretária de finanças durante 2016 a prefeitura acumulou déficit mensal entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões.

Apesar do déficit mensal, a equipe de transição informou que a Prefeitura de Campo Grande possui dinheiro em caixa, mas não disseram quanto que o executivo municipal possui atualmente. ”Temos dinheiro em caixa. Não vou te dar o número precisamente pois estamos vendo agora. Não quero te dar porque temos que ver tecnicamente. Hoje o dinheiro em caixa é suficiente para honrar as despesas naquele mesmo mês. No passado tínhamos dinheiro em caixa para dois ou três meses. Hoje a gente consegue a receita para pagar as despesas daquele mês“, afirmou Pedrossian Neto.

Entretanto, a Prefeitura de Campo Grande publicou balanço financeiro onde apresentava superávit de R$ 362 milhões, tendo arrecadado R$ 1,9 bilhão e gasto R$ 1,6 bilhão.

A equipe de transição afirmou que vão verificar como tratar o déficit da prefeitura sem prejudicar o pagamento dos servidores, nem o pagamento de fornecedores. “Há um desafio daqui para frente. Situação fiscal não é fácil. Há um déficit e é preciso verificar como tratar esse déficit. Há diversas formas de aumentar arrecadação e todas implicam uma estratégia. Uma coisa que não vamos fazer é aumentar impostos”, afirmou Pedro Pedrossian Neto. 

Veja também