Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
camara municipal
Economia

Empresas do ramo da construção civil passarão a recolher a contribuição patronal de 2%

Contribuição

21 outubro 2013 - 06h50Por Ana Rita Chagas

Empresas do ramo da construção civil passarão a recolher a contribuição patronal, antes de 20% sobre os salários, na forma de 2% sobre o faturamento bruto. A medida entra em vigor a partir de 1° de novembro e irá contemplar empresas  que estiveram dentro  da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES).

A desoneração aplicada ao setor de construção civil teve vigência por dois meses (abril e maio), por força da Medida Provisória 601/12, que expirou antes de ser votada pelo Congresso Nacional, e depois foi reestabelecida pela Lei nº. 12.844/2013, publicada em junho.

Neste período que se estende até 31 de outubro, a forma de recolhimento da contribuição previdenciária de 20% sobre folha de pagamento ou de 2% sobre a receita bruta ainda é optativa. Só a partir de 1º de novembro as empresas estarão obrigadas a retornar a regra da desoneração de folha de pagamento.

Leia Também

Polícia identifica homem que matou a ex ao lado da filha em Costa Rica
Interior
Polícia identifica homem que matou a ex ao lado da filha em Costa Rica
Por filha especial, mulher compra lavadora de roupas para entrega 'na hora' e fica a ver navios
Cidade Morena
Por filha especial, mulher compra lavadora de roupas para entrega 'na hora' e fica a ver navios
VÍDEO: 'Bonde das rachadas' distrai vendedora e furta peças de R$ 200 no São Francisco
Cidade Morena
VÍDEO: 'Bonde das rachadas' distrai vendedora e furta peças de R$ 200 no São Francisco
Juíza exclui 'viúva' de Gugu de ação de inventário estimado em R$ 1 bilhão
Geral
Juíza exclui 'viúva' de Gugu de ação de inventário estimado em R$ 1 bilhão