Menu
sábado, 08 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Economia

Empresas do ramo da construção civil passarão a recolher a contribuição patronal de 2%

Contribuição

21 outubro 2013 - 06h50Por Ana Rita Chagas

Empresas do ramo da construção civil passarão a recolher a contribuição patronal, antes de 20% sobre os salários, na forma de 2% sobre o faturamento bruto. A medida entra em vigor a partir de 1° de novembro e irá contemplar empresas  que estiveram dentro  da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES).

A desoneração aplicada ao setor de construção civil teve vigência por dois meses (abril e maio), por força da Medida Provisória 601/12, que expirou antes de ser votada pelo Congresso Nacional, e depois foi reestabelecida pela Lei nº. 12.844/2013, publicada em junho.

Neste período que se estende até 31 de outubro, a forma de recolhimento da contribuição previdenciária de 20% sobre folha de pagamento ou de 2% sobre a receita bruta ainda é optativa. Só a partir de 1º de novembro as empresas estarão obrigadas a retornar a regra da desoneração de folha de pagamento.

Leia Também

Atriz Chica Xavier morre aos 88 anos no Rio de Janeiro
In Memoriam
Atriz Chica Xavier morre aos 88 anos no Rio de Janeiro
MS chega perto das 500 mortes pela covid e secretário alerta para o Dia dos Pais
Cidades
MS chega perto das 500 mortes pela covid e secretário alerta para o Dia dos Pais
Homem mata jacaré de 2,5 metros a pauladas e é flagrado pela PMA
Interior
Homem mata jacaré de 2,5 metros a pauladas e é flagrado pela PMA
Filha se junta com amigos e dá golpes de martelo no pai em aldeia indígena de Dourados
Interior
Filha se junta com amigos e dá golpes de martelo no pai em aldeia indígena de Dourados